Moradores de Brasília começam a receber hóspedes para a Copa

11/06/2014 - 12:10
Programa Cama e Café, de hospedagem alternativa, registrou 498 pedidos de reserva para o período do Mundial. Um casal já agendou a vinda de quase 30 visitantes

Bolivianos, colombianos, equatorianos, franceses, ingleses, norte-americanos e... paulistas. Durante a Copa do Mundo, a casa de Eduardo e Denise Marques será cosmopolita como uma metrópole internacional. Quase 30 turistas já confirmaram hospedagem na casa de três pavimentos em Brasília. A primeira trupe é do Equador, país que enfrentará a Suíça no Estádio Nacional Mané Garrincha, no domingo (15.06) – a arena da capital federal sediará sete jogos.

Os visitantes terão direito a café da manhã e serão acomodados em quatro quartos e em uma sala. Para aumentar as opções, Eduardo e Denise disponibilizaram os cômodos dos filhos adolescentes: o de Daniela, durante os 12 dias em que ela viajará de férias; já Davi, que, permanecerá na cidade, dormirá com os pais durante 20 dias. “E um dos quartos, onde funciona o consultório de psicologia da minha esposa, será adaptado”, explica o servidor público.

A casa já está decorada de verde e amarelo. Faltam apenas ajustes finais. Para o casal, habituado a viajar para fora do país e com parentes no exterior, a experiência será positiva, principalmente para os filhos. “Eles terão a oportunidade de praticar o inglês e de exercitar a hospitalidade. Essa troca de culturas é bastante agradável”, conta Denise. Ela afirma que a quantidade de visitantes deve aumentar após a fase de grupos da Copa, quando serão definidos os confrontos das oitavas de final.

Fotos: Renato Freire/ Portal da Copa#Eduardo receberá quase 30 turistas em sua casa de três pavimentos

Eduardo e Denise incluíram os quartos para alugar no site www.airbnb.com.br, especializado em anúncio e em reservas de acomodações ao redor do mundo. O serviço é semelhante ao programa de hospedagem alternativa Cama e Café, lançado pela Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal, que tem movimentado o turismo local: foram 498 pedidos de reserva para o período da Copa do Mundo, sendo 43% do total feito por estrangeiros. 

Por meio do Cama e Café, o aposentado Firmino da Silva Amaral colocou para alugar três suítes da casa onde vive com a esposa. O primeiro hóspede chegou segunda-feira (9.06): um profissional de tecnologia da informação que veio de São Paulo para trabalhar na Copa. Na próxima semana, virão três turistas da Espanha. Firmino aguarda a confirmação da reserva de outros estrangeiros. O preço da hospedagem é de aproximadamente R$ 200 por pessoa.

A maior demanda registrada pelo Cama e Café, no caso de turistas de outros países, vem da Colômbia, seguida por Peru e Estados Unidos.  Mais de 133 residências estão aptas a receber hóspedes pelo serviço.

Serviço

Programa de hospedagem alternativa Cama e Café
Diárias a partir de R$ 100
Reservas ou inscrição de residências no site www.camaecafebrasilia.com.br
Contato: (61) 3223-5348

 Renato Freire, do Portal da Copa em Brasília

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
No confronto entre Brasil x Colômbia, pelas quartas de final, a lotação hoteleira de Fortaleza alcançou 97%
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+