Movimento sociais de Fortaleza participam de seminário sobre a Copa do Mundo

07/05/2014 - 10:04
Ministro Gilberto Carvalho apresentou os investimentos do Governo Federal com a Copa no evento “Diálogos: Governo-Sociedade Civil Copa 2014”

A cidade de Fortaleza sediou nesta terça-feira (6.05) a sétima edição do seminário “Diálogos: Governo-Sociedade Civil Copa 2014”. Por mais de duas horas, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, apresentou dados de investimentos e debateu com movimentos sociais e representantes da sociedade civil as ações do governo federal para a Copa do Mundo. O evento foi realizado no auditório da Assembleia Legislativa do Ceará.

"É importante estarmos nas 12 sedes para ouvir a população e apresentar os projetos. Estamos nos colocando à disposição para voltarmos durante a Copa e depois do Mundial”, disse o ministro Gilberto Carvalho.  Manaus, Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba já receberam o seminário. 

Durante o encontro, foram apresentados os investimentos do governo federal e da iniciativa privada para a Copa em áreas como segurança, mobilidade urbana, aeroportos, portos, telecomunicações, infraestrutura turística e instalações complementares.

A cartilha distribuída informa, por exemplo, que os investimentos do governo federal feitos exclusivamente para a Copa nos estádios foram de R$ 8 bilhões, enquanto que Saúde e Educação receberam, juntas, desde 2010, R$ 825,3 bilhões – 100 vezes mais.

O secretário Especial da Copa 2014 do Ceará (Secopa), Ferruccio Feitosa, citou os investimentos no estado com o Mundial. “Conseguimos R$ 1,6 bilhão para o Ceará. São obras de infraestrutura fundamentais para Fortaleza. A Copa gera um legado antes e depois do evento”, disse o secretário. A secretária extraordinária da Copa em Fortaleza (Secopafor), Patrícia Macedo, também participou do seminário.

“A Copa traz oportunidades econômicas para os estados que sediam o evento. Mas o cidadão brasileiro espera que esse investimento retorne em infraestrutura para a população, que o cidadão também seja vencedor”, citou Natanael Mota, da Federação de Bairros e Favelas de Fortaleza.

Thiago Cafardo, Portal da Copa em Fortaleza (CE)

Notícias Relacionadas

Na arena Castelão, foram 49,4 toneladas, enquanto na Fan Fest foram outras 41,4 toneladas. Atividade envolveu 350 catadores de 17 instituições
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Nas duas sedes, os voluntários do governo federal atuaram durante a fase de grupos, oitavas de final e quartas de final. Agora, atuação será focada na FIFA Fan Fest em dias de jogos
+