Nacional x Corinthians na Arena da Amazônia terá operação integrada de segurança

30/04/2014 - 10:24
Para o sistema de Segurança Pública, a partida desta quarta-feira (30.04) é o quinto evento-teste. Imageador aéreo será usado pela primeira vez no acompanhamento do jogo

Cerca de 1.500 servidores do governo do Amazonas, em parceria com órgãos municipais e federais, vão atuar na execução do plano integrado da Segurança Pública do Amazonas durante o jogo desta quarta-feira (30.04) na Arena da Amazônia. O Nacional enfrenta o Corinthians pela Copa do Brasil. Para o evento, considerado como mais um teste para a Copa do Mundo da FIFA 2014, foram disponibilizados 40 mil ingressos.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel PM Paulo Roberto Vital, destaca que, assim como nos quatro eventos anteriores, representantes de aproximadamente 30 órgãos estarão reunidos e acompanhando toda a operação a partir dos Centros Integrados de Comando e Controle Regional (CICC-R) e Local (CICC-L), instalado no estádio.

Da operação integrada de segurança participam Polícia Militar, Polícia Civil,  Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Corpo de Bombeiros, Corregedoria-Geral, Secretaria-Executiva de Inteligência (Seai) e Secretaria-Executiva de Grandes Eventos (Seasge), que estarão integrados com órgãos do município e estado, como Manaustrans, SMTU, Dvisa, Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) , dentro outros.

Uso de equipamentos especiais

O secretário-executivo de Grandes Eventos, coronel Dan Câmara, informou que, pela primeira vez, será utilizado o sistema de imageador aéreo, equipamento de alta tecnologia para gravação e transmissão de vídeo em tempo real. Ele será instalado em um dos helicópteros do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer). “Acompanharemos as imagens geradas por essa potente câmera a partir dos centros de comando, em tempo real. O equipamento faz parte do investimento do governo federal visando aos jogos da Copa do Mundo em Manaus”, explicou.

Perímetros de segurança

A operação integrada vai manter os perímetros de segurança externos, por onde os torcedores que adquiriram ingresso passam por revistas da Polícia Militar. Dentro da Arena da Amazônia, a segurança será feita por 500 agentes de segurança privada, chamados de “stewards”. No estádio também haverá um grupo de policiais especializados para dar pronta-resposta em caso de necessidade, como brigas e tumultos entre os torcedores.

Objetos proibidos

Os torcedores não devem levar guarda-chuvas, bandeiras ou cartazes com mais de dois metros, mastros e instrumentos musicais, fogos de artifícios e garrafas, que estão proibidos. Também devem evitar o uso de bolsas grandes e mochilas. Não é permitido, ainda, entrar com alimentos e nem bebidas, a não ser os específicos para diabéticos.

Fonte: SSP-AM

Notícias Relacionadas

Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+
Aeroportos, segurança pública e atrativos turísticos têm mais de 80% de aprovação entre os profissionais de imprensa
+
Ao todo, 1,6 milhão de passageiros passaram pelos terminais entre 10/6 e 13/7. A cada 10 passageiros que desembarcaram no país, um passou pela capital
+