Natal espera 20 mil torcedores dos Estados Unidos na Copa

08/05/2014 - 12:50
Vice-presidente do país, Joe Biden prevê assistir ao jogo contra Gana, em 16 de junho

Foto: Getty Images#Se depender de torcida, os Estados Unidos serão um dos fortes candidatos ao título da Copa do Mundo da FIFA 2014. Somente em Natal, 20 mil norte-americanos são esperados durante o Mundial. A capital potiguar recebe, no dia 16 de junho, a partida da seleção dos EUA contra Gana. O duelo desperta, inclusive, o interesse do governo dos EUA. O vice-presidente, Joe Biden, conversou por telefone com a presidenta Dilma Rousseff e afirmou que pretende estar neste dia no estádio do Rio Grande do Norte.  

De acordo com um levantamento da empresa espanhola Forward Data, em parceria com a Pires & Associados no Brasil, o maior número de reservas para Natal é de visitantes dos EUA, com 29%. Depois aparecem os uruguaios, com 14% das reservas, seguidos da Itália, com 7%. “Em Natal, o crescimento foi superior aos 1000% nas reservas internacionais emitidas para a Copa do Mundo em relação ao mesmo período do ano passado”, comentou Sérgio Vilar, da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte.

Apesar de não ter jogo em Natal, a Alemanha ganha destaque nos números dos estudos da Forward Data. Em relação a tempo de permanência, os alemães só perdem para os norte-americanos. De acordo com os dados, os visitantes ficarão em Natal entre 9 e 21 dias, em média. Quatro partidas da primeira fase da Copa do Mundo estão marcadas para a Arena das Dunas. No dia 13 de junho, a disputa começa com México x Camarões. Depois, no dia 16, é a vez de Gana x Estados Unidos. Já em 19 de junho, o Japão encara a Grécia. No dia 24 de junho, Uruguai x Itália se enfrentam.

Foto: Paulo Victor Correia/Portal da Copa#

Curiosidades

» O Consulado Geral dos EUA, sediado em Recife, estima um total de 187 mil turistas norte-americanos no Brasil durante a Copa. Destes, 20 mil são previstos para Natal, onde acontece o primeiro jogo desta seleção.

» Em recente visita à Arena das Dunas, integrantes do consulado japonês indicaram a previsão de 7 a 10 mil japoneses em Natal, empolgados com a partida contra a Grécia, e ainda a presença de um integrante da família real japonesa.

» Há estimativa de que 3,7 mil mexicanos cheguem a Natal de ônibus, a partir de um cruzeiro ancorado em Recife.

» Natal foi contemplada como a terceira cidade-sede da Copa do Mundo com maior acréscimo no número voos para o período, num total de 274 novos.

Outros dados:

» Centro de Mídia: Para receber jornalistas não credenciados pela FIFA, o Governo do Estado, a UFRN e a Prefeitura de Natal montaram um Centro de Mídia na área onde é ministrado o curso de jornalismo da Universidade Federal do RN, a 2 km da Arena, com estúdio de TV e rádio e computadores com acesso a internet de banda larga. Os jornalistas credenciados já têm à disposição o centro de mídia da FIFA, na Arena das Dunas.

» O governo do estado pretende criar estandes de atendimento ao turista no aeroporto e na rodoviária interestadual. No aeroporto haverá um fanzone para turistas e imprensa nacional e internacional, com agentes credenciados e poliglotas.

» Proporcionalmente, o Rio Grande do Norte ostenta o maior número de leitos do Brasil. Somente em Natal há 30 mil, afora outros 12 mil espalhados pelo estado (notadamente na Praia de Pipa). As acomodações são suficientes para a demanda em todos os níveis de acomodação: do popular ao alto luxo. Seguindo a orientação do Ministério do Turismo, foram cadastradas casas, albergues, vagas em quartos e até repúblicas. 

» A estimativa do governo do estado para investimentos no Rio Grande do Norte provocados pela realização da Copa gira em torno de R$ 5 bilhões, sendo os principais deles o Complexo Arena das Dunas e o Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante.

Paulo Victor Correia, Portal da Copa em Natal

Notícias Relacionadas

Estádio de Natal é o nono dos utilizados durante a Copa a obter o selo
+
Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+
Levando-se em conta os 15 países que mais enviaram turistas para o Brasil, os sul-americanos somaram 364.092 estrangeiros, valor superior aos 332.228 visitantes europeus e norte-americanos
+