Nigéria volta a vencer após longo jejum em Copas e elimina a Bósnia na Arena Pantanal

21/06/2014 - 21:13
Odemwingie marcou no primeiro tempo o único gol do 1 x 0 a favor dos africanos

Foto: Getty Images#

A Nigéria conquistou sua primeira vitória em uma Copa do Mundo da FIFA desde 1998 e eliminou a Bósnia Herzegovina, estreante no Mundial. Com um gol marcado por Odemwingie ainda no primeiro tempo, os africanos superaram os europeus por 1 x 0 na Arena Pantanal, em Cuiabá, e deram um importante passo rumo à classificação. A última vez em que a Nigéria havia vencido na Copa foi na França, em 1998, com um 1 x 0 sobre a Bulgária.

Os africanos chegaram a quatro pontos no Grupo F, dois a menos que a líder Argentina. O Irã tem um ponto e ainda tem chance de classificação. Os bósnios deram adeus ao torneio com a derrota deste sábado (21.06). O jogo foi disputado diante de 40.499 torcedores, o maior público desde a inauguração do estádio de Cuiabá para a Copa. 

» Torcedores avaliam plano de mobilidade da Arena Pantanal

A rodada decisiva do Grupo F será na quarta-feira (25.06). Argentina e Nigéria duelam em Porto Alegre, no Beira-Rio, às 13h. No mesmo horário, o Irã encara a Bósnia na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O jogo foi cheio de alternativas e chamou a atenção pelo alto número de finalizações das duas equipes. A Nigéria arriscou 20 vezes, sendo 13 no gol, enquanto a Bósnia chutou 18 vezes, 10 na direção correta. O confronto também teve poucas faltas: foram apenas nove da Nigéria e sete da Bósnia.

Foto: Getty Images#Primeiro tempo

A aposta das duas equipes na primeira etapa foi aproveitar os erros do adversário para contra-atacar em velocidade. Em um jogo bastante aberto, com espaço para bósnios e nigerianos, as chances de gol surgiram aos montes dos dois lados. Tanto europeus quanto africanos não economizaram nas finalizações, especialmente de fora da área.

Mas foi em uma bola enfiada por trás da zaga para Dzeko que o placar poderia ter saído do zero. O atacante recebeu em condições legais e tocou na saída do goleiro, mas o bandeirinha marcou o impedimento, anulando o gol. Quando a Bósnia era melhor em campo, veio o golpe. Emenike ganhou de Spahic em velocidade pela direita, invadiu a área e rolou para Odemwingie abrir o placar aos 28 minutos: 1 x 0 Nigéria.

Depois do gol, o jogo ficou morno, com a bola parando muito no meio do campo. A Bósnia só foi se recuperar nos últimos minutos, quando Dzeko teve duas oportunidades para empatar. Mas o atacante bateu as duas bolas para fora.

Segundo tempo

Atrás no placar, a Bósnia teve que partir para cima depois do intervalo, mas foi a Nigéria que teve o controle do jogo. Fechada na defesa e tocando bem a bola, os africanos tiveram diversas oportunidades para ampliar o placar. O goleiro Begovic fez várias defesas, principalmente nos fortes chutes de fora da área dos nigerianos.

Com mais posse de bola, os bósnios não chegavam com perigo ao gol do goleiro Eneyama. A defesa da Nigéria foi muito bem nas bolas aéreas e soube marcar bem as jogadas dos europeus. Tentando segurar a bola e abdicando do ataque, a Nigéria quase pagou o preço pela retranca nos últimos minutos da partida.

Se jogando ao ataque, a Bósnia teve duas oportunidades claras de gol. Aos 45 minutos, Pjanic cruzou na área e Dzeko ganhou pelo alto. A finalização, no entanto, foi no meio do gol, exatamente onde estava o goleiro da Nigéria. Aos 47, outra vez Dzeko. Ele recebeu lançamento na área, dominou de costas e girou batendo de esquerda. Eneyama mais uma vez salvou os africanos. O goleiro defendeu a bola com o pé, que ainda tocou na trave antes de sair. Vitória nigeriana e eliminação bósnia.

Nigéria x Bósnia-Herzegovina - Arena Pantanal

Nigéria x Bósnia-Herzegovina - Arena Pantanal

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Capital do Mato Grosso contou com a atuação de 357 voluntários, em locais como aeroporto, rodoviária, Arena Cultural, entorno da Arena Pantanal, FIFA Fan Fest e Centro Aberto de Mídia
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Derrotados pela França em um estádio que gritava “Nigéria! Nigéria!” em Brasília, jogadores e técnico do time africano ressaltam o apoio que receberam e elogiam a organização do Mundial no Brasil
+
Equipe europeia venceu por 2 x 0 a partida disputada no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Gols foram marcados por Pogba e Yobo (contra)
+