No Mineirão, Argentina vence o Irã por 1 x 0 com gol de Messi nos acréscimos

21/06/2014 - 14:56
Público de 57.698 torcedores é o recorde do novo Mineirão

Quem esperava goleada, decepcionou-se. A Argentina passou aperto e venceu o Irã por 1 x 0 na tarde deste sábado (21.06) no Mineirão, em Belo Horioznte. O gol foi do craque: aos 46 do segunto tempo, Messi recebeu na ponta direita, limpou para o meio e soltou a bomba de fora da área, no ângulo de Haghighi.

A Argentina agora lidera o grupo F com seis pontos, e o Irã permanece com um ponto. Nigéria (um ponto) e Bósnia (sem pontos) se enfrentam às 19h, em Cuiabá, para completar a segunda rodada. No dia 25 de junho,  os confrontos finais do grupo são Nigéria x Argentina em Porto Alegre, e Bósnia x Irã, em Salvador, ambos às 13h.

Clima

Que os sul-americanos estão se sentindo em casa nesta Copa do Mundo não é novidade. Mas a Argentina, jogando no Mineirão, teve esta impressão ainda mais nítida, já que o Centro de Treinamento da equipe é na região metropolitana de Belo Horizonte. O estádio foi tomado pelos hermanos e a torcida teve um reforço especial: Diego Armando Maradona. O público, 57.698 pessoas, é o recorde do novo Mineirão.

A Argentina começou com Romero; Zabaleta, Fernández,Garay e Rojo; Gago, Mascherano e Di María; Messi, Aguero e Higuaín, enquanto a formação inicial do Irã era Haghighi; Hosseini, Sadeghi, Montazeri e Pooladi; Dejagah,Timotian, Shojaei, Nekouman e Haji Safi; Ghoochaneejhad.

Argentina x Irã - Mineirão - Jogo

Argentina x Irã - Mineirão - Jogo

Primeiro tempo

O jogo começou como esperado: o Irã adotando uma postura bastante defensiva e a Argentina com muito mais posse de bola e presença massiva no campo de ataque. As primeiras tentativas argentinas foram bem afastadas pela zaga iraniana.  Lance de real perigo ocorreu somente aos 21 minutos. Higuain recebeu passe na área, fez o pivô e ajeitou para Aguero, que finalizou bem, mas Haghighi fez ótima defesa. Três minutos depois, após cobrança de escanteio, Rojo tentou de cabeça e a bola passou bem perto da trave esquerda do goleiro iraniano.

Já no fim do primeiro tempo, o Irã coseguiu escanteio. Degajah cobrou e Hosseini cabeçeou com perigo, para fora. Após outro escanteio, agora do outro lado, o zagueiro Fernández tentou de cabeça, sem sucesso. Em um primeiro tempo de ataque contra defesa, o Irã se deu melhor e conseguiu ir para o vestiário sem tomar gol.

Segundo tempo

Quem chegou perto de abrir o placar no início da etapa inicial foi o Irã, aos sete minutos. Montazeri recebeu pela direita, cruzou na área e Ghoochaneejhad finalizou de cabeça. Romero defendeu no reflexo, para alívio dos argentinos. Messi arracou em contra-ataque aos 14, mas o chute foi para a linha de fundo, passando rente à trave de Haghighi. Aos 21 minutos, Romero defendeu com a ponta dos dedos a cabeçada de Degajah. O Irão se soltou no jogo.

Shojaei saiu para a entrada de  Heydari. Pela Argentina, Lavezzi e Palácio entraram no lugar de Aguero e Higuain. A equipe sul-americana passou a pressionar bastante, com boas jogadas puxadas por Lavezzi.  Em um delas, Palacio recebeu enfiada de bola e finalizou de cabeça com perigo aos 38. Em um contra-ataque aos 40 minutos, o camisa 9 do Irã partiu em velocidade e a finalização foi salva por Romero. O Irã parou o jogo para mais duas substituições. A Argentina, mais uma. Nos acréscimos, o craque fez a diferença: Messi recebeu na ponta direita, limpou para o meio e soltou a bomba de fora da área, no ângulo de Haghighi. Vitória, mas apertada.

Argentina x Irã - Mineirão - Torcida

Argentina x Irã - Mineirão - Torcida

Portal da Copa
 

Notícias Relacionadas

Aeroportos, segurança pública e atrativos turísticos têm mais de 80% de aprovação entre os profissionais de imprensa
+
Ao todo, 1,6 milhão de passageiros passaram pelos terminais entre 10/6 e 13/7. A cada 10 passageiros que desembarcaram no país, um passou pela capital
+
Brasil e Argentina se enfrentarão no Estádio Ninho do Pássaro, na capital chinesa
+