No último teste antes da Copa, Seleção Brasileira enfrenta a Sérvia no Morumbi

06/06/2014 - 10:23
Adversário foi escolhido por jogar de forma parecida à da Croácia, primeiro oponente no Mundial. Técnico Felipão espera contar com o apoio da torcida paulistana, considerada mais exigente

Mowa Press#

A Seleção Brasileira entra em campo, na tarde desta sexta-feira (06.06), no estádio Morumbi, em São Paulo, contra a Sérvia, para o último teste antes da estreia na Copa do Mundo da FIFA 2014. A seis dias do Mundial, jogar na capital paulista é um desafio, já que a torcida da cidade costuma ser bem crítica e exigente, mas ao mesmo tempo uma ótima oportunidade para trazer o torcedor para perto da equipe, de acordo com o técnico Luiz Felipe Scolari.

“Se faremos um jogo antes da Copa e dali seis dias vai se jogar de novo, é porque temos confiança de que aquele torcedor vai nos incentivar e vai nos ajudar. Se a história diz que São Paulo é um pouco arredia com a Seleção, é hora de mudar a historia. Temos que jogar de forma consistente fazendo com que o torcedor acredite. Vamos fazer de São Paulo a nossa casa a partir de agora”, disse Felipão, em coletiva de imprensa na quinta-feira (05.06), ainda na Granja Comary, pouco antes de embarcar para a capital paulista.

A intenção do técnico é iniciar a partida com o time que deseja colocar em campo na estreia do Mundial. Com o retorno dos titulares Thiago Silva e Paulinho, que haviam sido poupados na vitória do Brasil sobre o Panamá por 4 x 0 em Goiânia, a  principal dúvida é em relação ao meia Oscar, que deixou a concentração na noite de quarta-feira para acompanhar o nascimento da primeira filha, Julia, em Campinas, na quinta.

“Depende do que eu conversar com o Oscar. De como ele vai estar, do que viveu, a intensidade e tudo mais. Acredito que ele chegará feliz da vida e dirá 'estou pronto'. Então vamos analisar se é melhor iniciar com ele ou não. A ideia é começar com o time que poderá iniciar a Copa e o Oscar está nisso”, explicou Luiz Felipe Scolari.

Se Oscar for confirmado, a Seleção Brasileira deve entrar em campo com Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Fred e  e Neymar. Caso o meia do Chelsea tenha que ser substituído, a vaga no time titular possivelmente ficará com Willian.

Semelhança de jogo

O adversário da partida, marcada para 16h, foi escolhido por conta da forma de jogo, considerada semelhante à da Croácia, oponente do Brasil na abertura da Copa, em 12 de junho, na Arena Corinthians. Felipão considera a Sérvia um time forte e até preferia ter enfrentado a equipe europeia alguns dias antes. A preocupação é com possíveis lesões.

“Perto da estreia, o ideal é jogar com uma equipe mais fraca, que tenha um posicionamento em que não corremos tantos riscos de lesão. A Sérvia é bem mais forte e marca de uma forma que muitas vezes pode ser viril, vamos ter cuidado. Queria ter jogado antes contra eles, mas tivemos que fazer dessa forma. Que a gente consiga terminar o jogo com resultado positivo, com ideia da equipe e sem problemas de lesão”, disse o comandante da Seleção Brasileira.

Carol Delmazo - Portal da Copa

 

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+