No último treino na Granja Comary antes da semifinal, Felipão testa várias formações na equipe do Brasil

07/07/2014 - 15:16
Time do treinamento tático foi iniciado com Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Fernandinho e Oscar; Hulk e Fred

Rafael Ribeiro/ CBF#

No último treino da Seleção Brasileira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), antes do embarque para Belo Horizonte, palco da semifinal contra a Alemanha, o técnico Luiz Felipe Scolari testou várias opções táticas e de formação da equipe para o duelo decisivo desta terça-feira (08.07).

Na atividade na manhã desta segunda, Felipão dividiu os atletas em dois grupos. Em um dos campos do Centro de Treinamento da equipe, o treinador comandou um trabalho tático, enquanto no gramado ao lado, o auxiliar Flavio Murtosa liderou um treino de finalizações e cruzamentos para o restante do elenco.

A formação inicial do treinamento tático contou com Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Fernandinho e Oscar; Hulk e Fred. No entanto, na sequência, Felipão começou a testar várias opções.

Primeiro foi Willian quem substituiu Paulinho. O treino seguiu e Daniel Alves deu lugar a Maicon. Fernandinho saiu para a entrada de Hernanes, enquanto Jô substituiu Fred. Por fim, Bernard entrou na vaga de Willian.
Antes do fim da atividade ainda deu tempo de os jogadores disputarem um animado "dois toques", seguido de treino de cobranças de falta e pênaltis.

Leia Mais

» Sem Neymar, seleção é recebida em BH aos gritos de “eu acredito” da torcida

» Sem pistas sobre substituto de Neymar, Brasil realiza penúltimo treino antes da semifinal

» Possíveis substitutos de Neymar, Willian e Bernard afirmam que ausência do craque deve ser superada

» Seleção Brasileira mexe com imaginário e expectativas de crianças e jovens em Teresópolis

Portal da Copa, com informações da CBF

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+