Número de trabalhadores na construção civil dobra em cinco anos

22/02/2012 - 10:39
Entre os fatores apontados para a evolução do setor estão as obras para megaeventos esportivos, como os estádios da Copa do Mundo

O estoque de trabalhadores com carteira assinada no setor da construção civil dobrou nos últimos cinco anos.  Até o fim de dezembro de 2011, o setor contabilizava 2.762.156 empregos celetistas; em 2006, o montante era de 1.388.958, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Fatores como o aumento do financiamento habitacional e ações governamentais - Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), além dos investimentos previstos em função da Copa do Mundo da FIFA 2014 e dos Jogos Olímpicos, em 2016, têm contribuído positivamente para geração de empregos no setor.

Só em 2011, a construção civil foi responsável pela criação de 222.897 empregos com carteira assinada, o maior crescimento relativo entre os setores, com elevação de 8,78% em relação ao estoque de trabalhadores de dezembro de 2010.

"O mercado de trabalho no Brasil vem num crescimento muito forte nos últimos anos, e a construção civil em especial. Isso em função das ações do governo, como o programa Minha Casa, Minha Vida, as obras dos estádios da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Isso significou um reforço extra. Então, a construção civil cresceu mais do que o dobro em relação ao mercado como um todo" afirmou Rodolfo Torelly, diretor do departamento de emprego e salário do Ministério do Trabalho.

Os estados que geraram o maior número de empregos com carteira assinada  foram São Paulo (41.191), Rio de Janeiro (37.026) e Pernambuco (21.211).

Panorama
Somando os setores de atividade econômica, o país chegou ao fim de dezembro passado com estoque de 37.887.47 empregos celetistas. Destes, 15.317.702 referem-se ao setor de serviços; 8.506.686 comércio; 8.215.134  indústria da transformação;  1.571.221 agropecuária; 914.374 administração pública; 391.800 serviços de utilidade pública; e 208.397  extrativa mineral.

Fontes: Ministério do Trabalho e Emprego e NBR

 

Notícias Relacionadas

Foram registradas 5.185 demandas nos aeroportos e 75 nos estádios das 12 cidades-sede
+
Estádios da Copa 2014 são pioneiros na busca de certificação ambiental internacional
+
Mundial já tem a segunda melhor média de público da história. Confira os números dos 12 estádios nas 60 partidas disputadas até aqui
+
Total de torcedores que já compareceram às 12 arenas, contando os dois confrontos das quartas de final, é superior a três milhões
+