Operários da Arena Pantanal recebem ingressos para assistir ao primeiro jogo da Copa no estádio

03/06/2014 - 11:44
COL realiza tour de experiência no estádio de Mato Grosso e detalha serviços que estarão à disposição do torcedor

Fotos: Helson França/Portal da Copa#Joab: "Aqui está registrada minha história, que não vai se apagar"Como forma de reconhecimento ao esforço na construção da Arena Pantanal, em Cuiabá, mais de dois mil trabalhadores serão contemplados com ingressos distribuídos pela FIFA para o jogo de abertura no estádio no Mundial, entre Chile e Austrália. “É uma pequena demonstração de agradecimento a quem fez o possível para esse estádio ser construído”, disse Nelson Ayres, gerente de comunicação do Comitê Organizador Local.

Durante o tour de experiência na arena para a imprensa, realizado na manhã desta segunda-feira (2.06), houve uma leve formalidade para a entrega dos ingressos a um pequeno grupo de trabalhadores, que representou os demais. Ao todo, serão 2,2 mil ingressos.

Joab Joaquim dos Santos, 43 anos, foi um dos contemplados. Ele atuou na obra de 16 de setembro de 2011 até a conclusão da arena e disse que o resultado final superou a expectativa de todos. “A arena ficou bem mais bonita do que a gente previa. É motivo de orgulho para todos nós, que suamos dia a dia, ver o resultado de tanta dedicação. Aqui está registrada minha história, que não vai se apagar”, disse.

Para a partida de estreia na arena no Mundial, ele disse não ter preferência entre as seleções que irão jogar, apenas que espera um bom espetáculo. “Será uma grande celebração. Espero que tudo ocorra bem e que vença o melhor”. A Arena Pantanal será palco de quatro jogos na Copa do Mundo, todos na fase de grupos.

Tour de experiência

O Comitê Organizador Local (COL) realizou na manhã desta segunda-feira (02.06), na Arena Pantanal, em Cuiabá, o tour de experiência no estádio. É uma simulação sobre como deve ser a vivência no estádio nos dias dos jogos.

Entrada de torcedores Portadores de Necessidades Especiais e de pessoas com crianças de colo, procura por assentos, deslocamento e acesso à arena, leitura dos ingressos e explicações sobre os objetos não permitidos no espaço foram algumas das situações detalhadas. “O torcedor mais informado é o torcedor mais feliz”, ressaltou Marco Sansoni, gerente de serviço ao espectador do COL.

Ele destacou que as políticas de conduta preconizadas pela FIFA visam à garantia de segurança e de um acesso saudável ao estádio nos dias dos jogos, por isso a proibição da entrada de quaisquer tipos de instrumentos musicais e da ênfase na importância da utilização do transporte público para o descolamento até a arena.

Nas datas das partidas, haverá uma zona de restrição num raio de 1,1 km, contado a partir do centro do campo, que impede o trânsito de veículos – com exceção daqueles cadastrados pelos moradores dos arredores. Em parceria com diversos órgãos, a Secopa elaborou um plano de mobilidade urbana para ser colocado em prática nos dias dos jogos em Cuiabá.

Nos dias 13, 17, 21 e 24 de junho, os portões da Arena Pantanal serão abertos três horas antes do início de cada partida. A orientação é para que o torcedor chegue o mais cedo possível, para evitar contratempos e, principalmente, aproveitar a festa. “Antes das partidas haverá shows e brincadeiras com o público. A área comercial da FIFA é extensa. É preciso um pouco de tempo para poder ver tudo. Participar da Copa é uma experiência única”, pontuou Sansoni.

Helson França, do Portal da Copa em Cuiabá (MT)

Notícias Relacionadas

Capital do Mato Grosso contou com a atuação de 357 voluntários, em locais como aeroporto, rodoviária, Arena Cultural, entorno da Arena Pantanal, FIFA Fan Fest e Centro Aberto de Mídia
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Operação no Rio de Janeiro contou com 50 mil interceptações telefônicas e apreendeu cerca de cem ingressos da Copa do Mundo vendidos a preços abusivos
+
Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que já houve reunião com gestores de novas arenas e clubes para negociar medidas
+