Organizadores identificam ingressos falsos na primeira partida da Copa e reforçam alerta aos torcedores

13/06/2014 - 14:42
Pelo menos 50 pessoas compraram entradas falsificadas e foram barradas nas catracas da Arena Corinthians. Entidade pede que compras sejam feitas apenas pelo site da FIFA

A alegria em presenciar um momento único da história do futebol virou frustração para 50 torcedores que compraram ingressos falsos para a abertura da Copa do Mundo, realizada nesta quinta-feira (13.06), em São Paulo. Para evitar situações como essa, a FIFA reforçou o alerta para que as pessoas adquiram as entradas somente pelo site da entidade.

A qualidade das falsificações chamou a atenção do diretor de marketing da FIFA, Thierry Weil, que disse só ter sido possível identificar a veracidade das entradas através do sistema de tecnologia da informação das catracas da Arena Corinthians – o mesmo instalado nos demais estádios. Os ingressos possuem um chip que é lido pelas catracas, o que impede qualquer pessoa com bilhetes falsos de entrar nos jogos.

“Identificamos ingressos falsos na partida de ontem. São falsificações difíceis de reconhecer. Só reconhecemos no controle eletrônico da catraca. É muito desagradável ter que barrar a entrada de uma família, por exemplo. A explicação deles foi a de que compraram de um amigo e, provavelmente, pagaram caro pelos bilhetes”, lamentou o dirigente, que estava com o exemplar falso em mãos para mostrar a qualidade da falsificação.

“Esse é um ingresso falso, muito bem falsificado. Só com o alfa chip, instalado no bilhete e que é lido pela catraca, se pode detectar a veracidade dele. Então, peço que os torcedores só comprem as entradas através do meio oficial que é o site da FIFA. Ontem detectamos 50 ingressos falsos e com base na qualidade deles, imaginamos que deve haver uma grande quantidade de outros bilhetes falsos circulando”, alertou Weil durante a coletiva diária de imprensa da FIFA, que a partir desta quinta-feira (13.06) será realizada no auditório do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Os torcedores ainda têm a chance de adquirir ingressos para algumas partidas da Copa do Mundo. Segundo Weil, cerca de três milhões de entradas foram vendidas até o momento, de um total de 3,1 milhões que devem ser disponibilizadas.

Linha do Gol

Pela primeira vez na história das Copas do Mundo, a tecnologia da linha do gol é usada. O sistema já foi testado na Copa das Confederações de 2013 e consiste em câmeras de alta velocidade instaladas ao redor do gramado, que acusam quando a bola ultrapassa a linha do gol. Os árbitros usam relógios que mandam alertas visuais e vibratórios avisando que a bola entrou. De acordo com o chefe de arbitragem da FIFA, o sistema é 100% confiável e os árbitros passaram por instruções para usar o sistema.

“O teste funcionou bem. Fomos ao Maracanã e todos os assistentes receberam seus relógios. O árbitro tem um relógio e quando a bola passa da linha vai estar escrito gol no aparelho. Além disso, o relógio vibra. A tecnologia funciona 100%, fizemos mais de dois mil testes, inclusive na Copa das Confederações. Orientamos os árbitros para que confiem nele”, explicou Massimo Busacca.

Os sistemas irão ficar como legado para as arenas brasileira após a Copa do Mundo. A FIFA pagará a manutenção durante este ano e discute com a CBF como a tecnologia será mantida depois de 2014.

Parada Técnica

O Mundial também terá a parada técnica, quando a temperatura ultrapassar os 32 graus. Primeiro haverá uma avaliação das condições climáticas do local da partida, depois, a Direção Médica da FIFA presente na cidade-sede, recomendará o intervalo ao comissário do jogo. Quem tomará a decisão final sobre a pausa é o árbitro. As interrupções devem durar três minutos e ocorrerá após os 30 minutos de cada etapa. O tempo de paralisação será acrescido ao final dos 45 minutos regulamentares.

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Mais de dois mil itens, entre televisores, computadores e telefones celulares, serão entregues a 64 escolas das doze sedes, além de 26 organizações não-governamentais
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+