Otimismo marca coletiva de imprensa do Comitê Organizador da Copa

05/06/2014 - 19:09
Presidente e secretário geral da FIFA reforçaram a confiança no sucesso do evento que se inicia dentro de uma semana. Ministro do Esporte deu as boas-vindas às delegações, turistas e jornalistas que começam a chegar e comentou a preparação do país para o evento: “não se tira um diploma de preparação”

Getty Images#

As autoridades envolvidas na organização do Mundial do Brasil demonstraram otimismo em relação ao torneio que terá início dentro de uma semana. Em coletiva de imprensa após reunião do Comitê Organizador da Copa da FIFA, nesta quinta-feira (05.06), em São Paulo, o presidente da entidade, Joseph Blatter, disse que a palavra-chave em relação à competição é confiança.

“Ouvindo os relatórios durante a reunião do Comitê, ouvindo o relatório do Ricardo Trade, do Comitê Organizador Local, posso dizer que nós temos confiança”, afirmou. Ele relembrou o encontro com a presidente Dilma Rousseff no início da semana em Brasília e pediu o apoio da população brasileira.

“Disse a ela o quanto estamos trabalhando com o Governo Federal e com os governos locais com a confiança de entregar a melhor Copa, mas nós precisamos também do suporte, do apoio do povo brasileiro. Isso é muito importante, e quando pontapé inicial for dado, penso que todo o país estará apoiando o futebol”, disse.

O secretário geral da FIFA, Jérôme Valcke, reforçou o otimismo e comentou o fato de ainda existir trabalho por fazer em alguns estádios da Copa. “ A impressão geral é de que fizemos muito, fizemos tudo o necessário para garantir que a Copa comece em 12 de junho e que as seleções que estão chegando recebam a melhor estrutura. Se for ao estádio em Itaquera ainda há trabalho sendo feito, mas eu diria que isso é normal, ainda mais porque alguns estádios foram entregues com um pouco de atraso. A primeira semana é a mais desafiadora, vamos ver o que vai acontecer nas primeiras partidas. A sensação de otimismo veio dos relatórios do Comitê Organizador”, disse.

Boas-vindas

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, deu as boas-vindas às delegações, jornalistas e turistas que começam a chegar ao país e desejou que todos encontrem no Brasil um momento de celebração, festa e paz.

“Fizemos tudo o que esteve ao nosso alcance para proporcionar aos visitantes segurança, tranquilidade, boa estadia e, acima de tudo, uma acolhida carinhosa por parte do povo brasileiro. Que guardem daqui não a lembrança das desigualdades que ainda marcam o Brasil, mas de um país que luta para corrigir as suas deficiências e de um povo que reafirma sua vocação de tratar bem a todos que o visitam”, disse.

O ministro também falou sobre a preparação do país para receber o Mundial. “Quando se trata de um evento dessa grandeza, não há como você tirar um diploma de preparação que diz  'estou preparado'. A preparação tem que ser mostrada a cada dia. Você tem que submeter todas as áreas exigidas no funcionamento do país para um evento dessa natureza à prova todos os dias.  As delegações, os turistas, os jornalistas vão precisar de segurança pública todos os dias. O transporte tem que estar em condições apropriadas todo o tempo”, exemplificou.

Já o presidente do Comitê Organizador Local da Copa (COL) ressaltou que a atmosfera no país já está mudando por conta da proximidade do torneio. “A cada dia sentimos mais o clima de Copa do Mundo no noticiário, nas ruas enfeitadas, nas conversas de bar. A caminhada até aqui tem sido cheia de desafios mas também repleta de força de vontade para superá-los. Estamos todos trabalhando juntos para que a Copa seja um sucesso e o melhor torneio da FIFA de todos os tempos”, disse José Maria Marin.

A Copa do Mundo da FIFA 2014 terá início em 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo, com a partida entre o país-anfitrião e a Croácia.

Carol Delmazo – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+