Para ministro do Esporte, principais desafios para a Copa das Confederações foram superados

10/06/2013 - 23:11
Aldo Rebelo debateu planos operacionais e aspectos estruturais da organização do torneio com ministros de estado ligados ao evento

Foto: José Cruz/ABr#

As principais dificuldades e desafios na preparação para a Copa das Confederações foram superados. Essa foi a conclusão do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, depois de reunião, nesta segunda-feira (10), no Palácio do Planalto, de representantes dos ministérios envolvidos na preparação para o evento.

“Repassamos todos os planos operacionais relacionados com as seis cidades-sede: os dois ciclos de reuniões com as cidades, com os estados, com os organizadores. Concluímos que superamos todas as dificuldades, todos os desafios relacionados com a preparação da Copa, desde a entrega dos estádios. Todos foram entregues e testados em eventos”, explicou.

Confira o áudio:

Segundo o ministro, entre as áreas repassadas estão segurança, com a entrega de equipamentos para os centros de comando e controle; mobilidade, com planos especiais de trânsito para os dias dos jogos; comunicações, com a promessa das operadoras para garantir a qualidade do serviço; e turismo, com atenção especial para evitar que hotéis cobrem preços abusivos durante o evento. 

“A Copa das Confederações já está sendo um sucesso porque entregamos os estádios, preparamos os planos operacionais, começamos a receber as delegações, os turistas, geramos emprego e renda para a população. Eu acho que isso já é uma demonstração de que a Copa das Confederações é um sucesso e a Copa do Mundo também será um sucesso”, afirmou.

Questionado sobre o uso da tecnologia 4G nas sedes do torneio, Rebelo disse que o governo e as operadoras estão fazendo um esforço para garantir o uso do serviço. “Sempre teremos diferença entre a tecnologia disponível e o uso efetivo dessa tecnologia. Estamos fazendo um esforço para compatibilizar as duas coisas”.

Participaram da reunião os ministros da Casa Civil, Gleisi Hoffmann; da Justiça, José Eduardo Cardozo; da Saúde, Alexandre Padilha; das Comunicações, Paulo Bernardo; de Minas e Energia, Edison Lobão; das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco

Fonte: Blog do Planalto

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+