Para secretário executivo do Ministério do Esporte, sensação é de dever cumprido

01/07/2013 - 16:32
De acordo com Luis Fernandes, êxito foi maior devido ao contexto em que se realizou o torneio

Foto: Danilo Borges/Portal da Copa#Luis Fernandes: "Passamos uma etapa do desafio de receber a Copa do Mundo"O secretário executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, pontuou os diversos aspectos que envolveram os planos operacionais para realizar os jogos da Copa das Confederações, em coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (01.07), pelo governo federal, FIFA e Comitê Organizador Local (COL). Para ele, a sensação é de dever cumprido após a disputa do torneio, realizado em seis cidades brasileiras (Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador), entre 15 e 30 de junho.

“Minha função aqui na mesa é como coordenador do Grupo Executivo da Copa (Gecopa), que elabora os planos de investimentos estratégicos e coordena os planos operacionais para a Copa das Confederações e para a Copa do Mundo, com estreita relação com os diversos ministérios com ações nos eventos e com as cidades-sede e o COL. Hoje, a sensação é de dever cumprido. Passamos uma etapa do desafio de receber a Copa do Mundo, que foi a realização exitosa da Copa das Confederações”, afirmou.

Segundo Fernandes, o êxito foi ainda maior em função do contexto em que a Copa das Confederações foi realizada. “Este êxito se deu em condições extraordinárias no país, o que o torna mais importante. Não foram condições de normalidade, mas não me refiro às manifestações, que são um direito constitucional, mas aos atos de violência, que grupos minoritários, que se infiltraram nas manifestações pacificas tentando minar planos de segurança e mobilidade, cometeram”, disse. Mesmo assim, segundo o secretário executivo, o trabalho de segurança garantiu a realização do evento.

Balanço final

O governo federal, o COL e a FIFA realizarão um encontro para fazer um balanço final das ações relacionadas ao torneio, na quarta-feira (3.07). Um dia antes, os diversos ministérios e órgãos federais envolvidos na organização da Copa das Confederações farão um balanço, em Brasília, para avaliar os trabalhos, conforme relatou Fernandes.

Apontamentos

Em relação aos estádios, o secretário executivo ressaltou o esforço das sedes para entregar todos a tempo para o torneio e ressaltou a qualidade das arenas. “Há pouco tempo havia dúvida se o Brasil iria entregar os estádios e se a Copa das Confederações iria ser realizada em seis sedes. Hoje, podemos confirmar que construímos seis arenas com excelente qualidade. E vale dizer que testamos alguns dos maiores estádios que teremos para a Copa do Mundo, que foram colocados em operação e estarão ainda mais preparadas para a Copa”.

Nos aeroportos, foram entregues duas obras de melhorias de pistas e outras sete no terminais de passageiros para a Copa das Confederações. “O balanço do sistema aeroportuário foi positivo. Podemos lembrar que há pouco tempo qualquer feriado colapsava os aeroportos, mas agora tivemos uma operação adequada e atendemos as necessidades a contento”, disse Fernandes, que também citou a inauguração do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional como um grande legado para o país.

Melhorias

Mesmo elogiando as operações, Luis Fernades admitiu que algumas melhorias precisam ser feitas. “Nada disso gera em nós uma euforia, pois podemos identificar operações em inúmeros campos, que apesar de aprovadas, necessitam de melhorias para termos uma Copa do Mundo ainda mais exitosa que a Copa das Confederações”. Ele citou problema em setores como coleta de ingressos, qualidade de serviços de bares, serviços de telecomunicações, além de alguns aspectos de mobilidade urbana.

Leia também:

» Para ministro do Esporte, país soube responder ao desafio de organizar a Copa das Confederações

» Presidente da FIFA afirma que deixa o Brasil feliz e muito otimista para 2014

» Para Valcke, Copa das Confederações mereceu nota entre oito e dez

» Primeira fase de venda de ingressos para a Copa terá início em 20 de agosto

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+