Parlamentares, Embratur e Ministério do Turismo avaliarão setor durante a Copa das Confederações

18/09/2013 - 11:55
Audiência pública será realizada no Plenário 5 da Câmara dos Deputados, às 15 horas

A Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados fará uma audiência pública, nesta quarta-feira (18.09), sobre o desempenho do Brasil na recepção e atendimento aos turistas durante a realização da Copa das Confederações. Foram convidados para fazer a avaliação o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Flávio Dino, e o secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz.

Na ocasião, Lummertz apresentará a pesquisa de satisfação realizada pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que entrevistou mais de 15 mil turistas durante a Copa das Confederações nos arredores dos estádios, hotéis, estabelecimentos públicos, comércios e locais de retiradas de ingressos e aeroportos das seis cidades-sede.

Para o presidente da Embratur, é fundamental o acompanhamento constante da Comissão de Turismo e Desporto antes, durante e depois da realização dos grandes eventos que o Brasil irá sediar. “É necessário que debates sejam realizados para que a atuação do setor turístico brasileiro passe por adequações necessárias, com o objetivo de contribuir para a construção da imagem do país no mercado internacional, bem como para melhor receber os visitantes estrangeiros”.

A audiência será realizada no Plenário 5, às 15 horas.

Impacto

Um estudo da Embratur mostrou que o turismo teve impacto bem maior que o previsto inicialmente sobre economia brasileira durante a Copa das Confederações. Foram R$ 740 milhões a mais movimentados por toda a cadeia, que inclui hotéis, alimentação fora do lar, entre outros. Os gastos de turistas brasileiros e estrangeiros foi estimado em R$ 321,79 milhões, enquanto a FIFA estimou o gastos de suas seleções e delegações em R$ 70 milhões. O efeito indireto na economia foi de R$ 348,69 milhões, também segundo estimativas da Embratur.

No quesito visibilidade, a final da Copa das Confederações bateu o recorde de público televisivo da competição, segundo dados divulgados pela FIFA. A partida final do campeonato, entre as seleções de Brasil e Espanha foi vista por 69,3 milhões de pessoas nos 10 principais mercados televisivos do mundo.

Fontes: Agência Câmara, Ministério do Turismo, Embratur

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
No confronto entre Brasil x Colômbia, pelas quartas de final, a lotação hoteleira de Fortaleza alcançou 97%
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+