Pesquisadores de Juiz de Fora lançam o Dicionário da Copa

04/06/2014 - 13:09
Ferramenta está disponível na internet e esclarece conceitos ligados ao Mundial, permitindo a visualização de cenas evocadas pelas palavras e sentenças buscadas

Marcelo Viridiano/ UFJF#Tiago Torrent mostra o Dicionário da Copa em laboratório da universidade

Pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora desenvolveram uma ferramenta que vai ajudar torcedores brasileiros e estrangeiros a entenderem melhor o universo do Mundial de futebol que se aproxima: trata-se do Dicionário da Copa, um “web app” que explica conceitos ligados ao torneio, ao futebol de forma geral e ao turismo em três línguas (português, inglês e espanhol).

“O web app permite que o dicionário seja  usado por qualquer dispositivo móvel ou por meio do computador. Você acessa pelo browser e, no celular, é possível salvar o atalho na tela principal e ele passa a funcionar como se fosse um aplicativo, sem necessidade de baixá-lo em uma loja virtual”, explicou Tiago Torrent, coordenador do projeto que criou a ferramenta.

O dicionário foi desenvolvido nos laboratórios da Framenet Brasil na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e contou com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A equipe é formada por pesquisadores dos departamentos de Letras e de Ciência da Computação da universidade, incluindo alunos da gradação e da pós-graduação.

O diferencial do dicionário está no conceito desenvolvido pela Framenet: os significados das palavras são definidos em relação às cenas (frames) que elas evocam, mostrando os pontos de vista dos vários atores que formam o contexto envolvido. Cada explicação conta com ilustrações (vídeos ou fotos) que ajudam a entender o significado, além de links externos. E a busca não é realizada somente por palavras.

“É um dicionário que oferece diferentes possiblidades de consultas. Você pode procurar por sentença, pelas cenas ligadas à palavra e por uma rede de conceitos, que funciona como se fosse uma enciclopédia”, disse Tiago Torrent.

Na busca por sentenças, um turista estrangeiro que veja, por exemplo, a seguinte frase estampada no jornal “Alemanha chega à semifinal” e queria saber o que significa, o dicionário explica o sentido do verbo chegar no contexto em que ele é apresentado, neste caso com um senso futebolístico, de avançar na competição. Já em outra frase, como “Milhares de turistas mexicanos chegam à Fortaleza”, o verbo ganha outro significado e é esclarecido dentro do contexto turístico.

Ao procurar uma cena (na opção “ver significado”) como uma semifinal, a palavra é explicada levando em conta os participantes em jogo (seleções), os torcedores, o torneio, o local, a duração, entre outros conceitos associados.

Pesquisa de conteúdo

Para formar o banco de dados de texto e imagem do dicionário, foi feito um extenso levantamento de informações em sites governamentais ligados ao turismo e à Copa e firmada uma parceria com a FIFA e com outras entidades.

“Contamos com o conteúdo de sites como o Portal da Copa e o da Embratur, conseguimos parceria com editoras de guias de viagens e a FIFA nos cedeu o conteúdo de texto do site dela, o que contribuiu muito para o nosso trabalho”, explicou o coordenador do projeto.

A ferramenta é gratuita e está disponível no endereço dicionariodacopa.com.br. “É um dicionário livre e pode ser útil não só para os turistas, mas para profissionais que trabalham no receptivo turístico e para a imprensa especializada,  por exemplo”, indicou Tiago Torrent.

Carol Delmazo – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
No confronto entre Brasil x Colômbia, pelas quartas de final, a lotação hoteleira de Fortaleza alcançou 97%
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+