Planos Operacionais: Curitiba prepara ações para receber a Copa do Mundo

05/02/2014 - 19:15
Governos e COL reforçaram a confiança na capacidade de mobilização da capital paranaense para realizar um grande evento

Mais de 200 pessoas participaram de reunião de trabalho em Curitiba, nesta quarta-feira (05.02), para debater e integrar os planos operacionais que serão executados na cidade-sede durante a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Ao longo de todo o dia, autoridades, servidores públicos e técnicos do Governo Federal, Governo do Estado, Prefeitura e Comitê Organizador Local (COL) reforçaram a confiança na capacidade de mobilização da capital paranaense para realizar um grande evento. Curitiba receberá quatro jogos da Copa, além de abrigar a seleção da Espanha no período de preparação para a competição. A Coreia do Sul fará sua preparação em Foz do Iguaçu, também no estado do Paraná.

Diversas iniciativas estão em ação na cidade para garantir a tranquilidade de moradores e visitantes. Na área de segurança pública, por exemplo, já está pronto o Centro Integrado de Comando e Controle Regional, com 998 câmeras de monitoramento, além de duas unidades móveis de comando e controle, duas plataformas de observação elevada e um imageador aéreo.

Na área de transporte e mobilidade, o município vai incentivar o uso do transporte coletivo e da rede cicloviária durante o megaevento como forma de chegar à Arena da Baixada. Haverá uma linha circular especial, passando pela região central e estádio. Um plano de revitalização de vias e calçadas vai viabilizar que o percurso dos torcedores, nas imediações do estádio, seja feito a pé. Tudo para possibilitar tranqüilidade na chegada e na saída dos jogos.

Foto: Paulino Menezes/Portal da Copa#

As discussões conjuntas, durante o encontro no Salão de Atos do Parque Barigui, envolveram as áreas de telecomunicações, energia, operação de estádio, segurança, transporte e mobilidade, aeroportos, acomodações e receptivo turístico, saúde e vigilância sanitária, cultura, meio ambiente e voluntariado. O objetivo das rodadas de reuniões nas 12 sedes é buscar encaminhar a solução de pendências e interligar os planejamentos, de forma a contemplar todos os detalhes necessários para o êxito da organização do evento. A mesma iniciativa ocorreu no primeiro semestre do ano passado, sendo considerada fundamental para o sucesso dentro e fora de campo da Copa das Confederações, vencida pela Seleção Brasileira.

Pela manhã, na abertura da reunião de trabalho, o ministro Aldo Rebelo, o governador Beto Richa e o prefeito em exercício Paulo Salamuni reafirmaram a confiança de que Curitiba, com o esforço conjunto, irá realizar uma grande Copa do Mundo. O secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, que também é o coordenador do Grupo Executivo da Copa do Mundo (Gecopa), destacou a importância dos planos operacionais para o sucesso do evento. “O que nos une é o propósito comum de realizar uma Copa que consolide Curitiba no cenário mundial”, disse Fernandes.

Depois de Natal (30.01), São Paulo (04.01) e Curitiba, a próxima reunião será realizada nesta quinta-feira (6), em Porto Alegre. Na próxima semana, será a vez de Cuiabá (11.02) e Manaus (12.02). Em abril, será a vez das demais cidades, que sediaram a Copa das Confederações. Até maio, haverá novas rodadas de reuniões para preparar a execução dos planos em todas as cidades.

Curitiba - Reunião de Planejamento Operacional

Curitiba - Reunião de Planejamento Operacional

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+