Planos Operacionais: Porto Alegre terá grande fluxo de turistas durante o Mundial

08/05/2014 - 12:57
O encontro finaliza o plano de operação das áreas de Transporte, Mobilidade, Aeroportos e Acomodações e Receptivo Turístico, Meio Ambiente, Segurança, Telecomunicações e Energia, Saúde e Cultura

Foto: Claudio Medaglia/Portal da Copa#Uma longa reunião, iniciada por volta das 9h30 desta quinta-feira (08.05), no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre, finalizará o alinhamento dos planos operacionais nas diferentes áreas da organização da Copa do Mundo na capital gaúcha. A primeira fase do encontro coordenado pelo Ministério do Esporte em conjunto com o Comitê Organizador Local (COL) foi aberta à imprensa. Na oportunidade, o secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes, pontuou que a integração será a chave do sucesso da competição no Estado.

Fernandes observou que Porto Alegre e o Rio Grande do Sul, histórica e sociologicamente, sempre fizeram parte da construção da identidade do país. "Foi uma trajetória forjada pelo enfrentamento e superação de desafios. E o sucesso da operação da competição no Estado passa pela integração de esforços", disse Fernandes.

O secretário lembrou que os investimentos feitos não fazem parte de nenhum caderno de encargos e ficarão como legado. "Além disso, mais de um terço dos ingressos vendidos para as partidas em Porto Alegre foram adquiridos por estrangeiros, e quase um terço serão visitantes de outros Estados".

Fernandes destacou que os recursos gerados com turismo com a Copa das Confederações chegaram a R$ 9,7 bilhões. "Para a Copa do Mundo, a estimativa, conservadora, é de triplicar esse número. Isso é um legado que acelera o desenvolvimento, gera emprego. É isso que me motiva a realizar esse evento. Essa imagem de Brasil moderno e eficiente que será projetada e ficará de herança".

O vice-governador, Beto Grill, comemorou a estimativa de o Rio Grande do Sul receber cerca de 70 mil estrangeiros e 200 mil turistas de outros pontos do país. "Será um grande evento, e vamos realizá-lo com esmero", afirmou.

O prefeito José Fortunati disse estar otimista quanto ao apoio da população à Copa no país e em Porto Alegre. Destacou que ontem, no Rio, aproveitando o mote da Copa, participou do lançamento da campanha "Não desvie o olhar", contra o turismo sexual. "Queremos mostrar que o Brasil não vai tolerar esse tipo de crime. Esse também é um legado para o futuro, assim como outras obras importantes. Estamos transformando a cidade na mobilidade urbana, qualificação e ampliação da rede hoteleira, hospitais e energia".

O encontro segue até o fim da tarde, com reuniões temáticas de áreas como Transporte, Mobilidade, Aeroportos e Acomodações e Receptivo Turístico, Meio Ambiente, Segurança, Telecomunicações e Energia, Saúde e Cultura, e a apresentação dos resultados.

Cláudio Medaglia, do Portal da Copa em Porto Alegre

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+