Prefeito de São Paulo detalha legados previstos em Itaquera

22/05/2012 - 13:37
Segundo Gilberto Kassab, equipamentos de educação, saúde e intervenções em mobilidade urbana ficarão como herança do Mundial para a região

Durante a visita do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, às obras da Arena de Itaquera, o prefeito da cidade, Gilberto Kassab, destacou as melhorias urbanas previstas para a Zona Leste de São Paulo em função da realização do Mundial.

Segundo Kassab, serão 15 equipamentos de educação e saúde e várias intervenções em mobilidade urbana nos arredores do estádio que receberá a abertura da Copa do Mundo da FIFA 2014.

"Todas as obras de infraestrutura ao redor da arena foram iniciadas e esse será o maior legado para a região. Itaquera vai se transformar porque teremos trens e metrôs para 100 mil passageiros por hora, em cada sentido. A facilidade de acesso aumenta o desenvolvimento local. Já temos investimentos públicos de R$ 478 milhões em mobilidade urbana e outros investimentos privados estão sendo direcionados para cá", afirmou.
 
As estações de trem, metrô e ônibus estarão todas a menos de 800 metros do estádio. Segundo dados da Secopa de São Paulo, atualmente os trens da CPTM são capazes de transportar 41 mil passageiros por hora em cada sentido e a linha de metrô para Itaquera, outros 58 mil passageiros por hora e sentido. A previsão é de que a capacidade seja ampliada para 45 mil e 65 mil, respectivamente. "A FIFA exige capacidade para 50 mil passageiros, mas teremos o dobro: 82% do público que virá ao estádio será por trens, ônibus e metrô", disse Gilmar Tadeu, secretário da Copa.
 
O ministro do Esporte ressaltou que os maiores desafios em relação às obras da Copa têm sido as de mobilidade urbana. "Não há preocupação com o prazo final de entrega dos estádios. Temos algumas questões em mobilidade, mas que têm sido enfrentadas pelos governos. Aquilo que não estiver compatível com o calendário da Copa, a gente pode retirar da Matriz de Responsabilidade. Não há segredo nem mistério na organização do Mundial e, sim, muito trabalho", afirmou Rebelo.

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+