Salvador faz avaliação da mobilidade em Alemanha x Portugal

17/06/2014 - 16:55
Segundo empresa de transporte e trânsito da capital baiana, o esvaziamento no entorno do estádio foi concluído 50 minutos após o jogo

Os ajustes feitos pela Transalvador no Plano de Mobilidade da Copa do Mundo facilitaram, segundo o governo local, a vida do torcedor que foi assistir a Portugal e Alemanha na segunda-feira (16.06), na Arena Fonte Nova. Apesar de haver registros de congestionamento nas principais vias de acesso ao estádio, as linhas especiais e o metrô funcionaram com mais fluidez.

“Mais comitivas oficiais dos governos brasileiro, de Portugal e Alemanha, de seus times e de dirigentes da Fifa precisaram se deslocar, o que agravou a lentidão. Ainda assim, os transtornos maiores foram satisfatoriamente contornados”, afirmou Fabrizzio Muller, superintendente da Transalvador.

As filas para utilizar as linhas especiais na sexta-feira passada (13.06), dia do jogo Espanha x Holanda, fizeram com que muitos torcedores optassem por ir de carro particular, deixando o trânsito mais lento. No entanto, segundo a Transalvador, cerca de 50 minutos após o fim da partida todo o entorno da arena estava esvaziado. Cerca de 170 ônibus executivos e mais de 2,6 mil táxis alocados em pontos estratégicos, além do metrô, propiciaram o escoamento em tempo recorde de mais de 51 mil pessoas.

“O resultado se deve ao aumento considerável no número de ônibus disponíveis, de agentes e também a melhorias no trabalho de comunicação em nossa equipe”, destacou Muller. Nenhum acidente relacionado ao evento foi registrado na cidade.

Táxi

De acordo com a Gerência de Táxi, mais de nove mil passageiros utilizaram o serviço oferecido em cinco pontos oficiais no entorno da Fonte Nova. Cem agentes e supervisores trabalharam para coibir abusos de taxistas e outras irregularidades, abordando 74 veículos e autuando cinco condutores.

Equipamentos urbanos

Em todos os terminais de passageiros de Salvador, foram realizados serviços de limpeza e manutenção, além de um trabalho de informação e orientação do público em função das alterações nas linhas de ônibus e nas vias de circulação.

O Elevador Lacerda operou conforme o planejado, com 100% do efetivo. As quatro cabines funcionaram normalmente, atendendo gratuitamente a 14 mil usuários. Nos terminais Aquidabã e Barroquinha e na Estação da Lapa, como previsto, houve aumento significativo na demanda de passageiros antes e depois do jogo na Fonte Nova. No Terminal Hidroviário, a operação transcorreu de forma satisfatória e sem eventualidades.

Mellyna Reis, do Portal da Copa em Salvador (BA)

Notícias Relacionadas

Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
BRT carioca teve seis novas estações inauguradas neste fim de semana e liga a Barra da Tijuca ao aeroporto do Galeão
+