Produtos do Brasil Orgânico e Sustentável” ficam expostos em Manaus até esta quarta-feira

17/06/2014 - 13:03
Entre os produtos, o guaraná energético da Amazônia e vinho feito de cupuaçu

Agnaldo Oliveira Júnior/ Portal da Copa#

Os produtos do Programa Brasil Orgânico e Sustentável estão expostos e à venda em Manaus desde o dia 12 de junho e ficam no Centro Aberto de Mídia, no Centro Cultural dos “Povos da Amazônia” na zona sul da cidade, até esta quarta-feira (18.06). Um stand com quatro estados brasileiros estão representados com os produtos desenvolvidos a partir de matéria-prima orgânica, fruto de projetos criados e bem-sucedidos com o apoio do programa.

» Estande do Brasil Orgânico e Sustentável funciona em São Paulo até esta terça (17.06)

“A nossa intenção é, de fato, promover a integração nacional por meio do programa que incentiva a produção sem o uso de agrotóxicos. E, durante esta Copa, espalhamos os produtos brasileiros nas diversas cidades-sede”, declarou o fiscal do programa em Brasília, Januário Rodrigues Neto.

Rio Grande do Sul

Do Rio Grande do Sul, os vinhos, licores e sucos são produzidos a partir do cultivo da uva orgânica, mas também algumas novidades foram criadas com produtos nativos da Amazônia. O intercâmbio entre produtores possibilitou, por exemplo, a criação de bebidas alcoólicas feitas de cupuaçu e açaí. Todos estão expostos e podem ser adquiridos no estande.

Acre

Do Acre vieram as novidades em produtos da Castanha da Amazônia que, de tão saborosos, acabaram logos nos primeiros dias de exposição. As informações sobre o projeto, desenvolvido no estado, ainda podem ser conseguidas.

Pernambuco

A cana-de-açúcar sempre foi matéria-prima inesgotável no nordeste brasileiro. Agora cultivada de forma orgânica, se transforma em deliciosas cachaças que foram trazidas para Manaus e tem feito o maior sucesso. As apresentações são as mais diversas. É possível levar para casa quantidade para uma grande festa como também uma dose só para uma leve apreciação.

Amazonas

No Amazonas, a força de um produto invadiu o estande e passou a ser um dos mais procurados. O Guaraná da Amazônia, produzido pelos índios Sateré-Mawé, veio direto das hortas do município de Maués, no interior do Amazonas, a 350km de Manaus. A cidade é conhecida como a terra do guaraná. O pó do guaraná misturado a sucos, vitaminas ou sem acompanhamento oferece energia para um dia duro de trabalho. É lá que também são produzidos óleos medicinais como a copaíba e a andiroba, com propriedades curativas, tudo com o gosto da Amazônia.

Agnaldo Oliveira Júnior, do Portal da Copa em Manaus

Notícias Relacionadas

Jogos na Arena da Amazônia foram vistos por mais de 240 milhões de pessoas
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Pico de participação do público foi registrado no dia da partida entre Brasil 0 x 0 México, em 17 de junho, quando 438 mil torcedores compareceram aos locais de transmissão dos jogos
+
Iniciativa da FIFA, com apoio do governo federal, levou atividades físicas e noções de saúde para alunos de escolas públicas
+