Representantes do Ministério do Turismo visitarão cidades-sede da Copa das Confederações

06/02/2013 - 10:26
Objetivo é realizar articulações com empresariado e governos para agilizar obras de infraestrutura

Representantes do Ministério do Turismo vão visitar ainda em fevereiro as seis cidades-sede da Copa das Confederações FIFA 2013, com o objetivo de articular junto ao empresariado e aos governos municipais e estaduais a conclusão das obras de infraestrutura turística para o evento e para a Copa do Mundo FIFA 2014.

O anúncio foi feito pelo ministro do Turismo, Gastão Vieira, ao abrir a primeira reunião de planejamento para a Copa das Confederações e Copa do Mundo com os novos representantes dos governos municipais nesta terça-feira (05.02) em Brasília.

A ideia é garantir que as obras que já tiveram recursos empenhados em 2012 sejam executadas em tempo hábil, para que não haja desperdício de dinheiro. A legislação hoje determina o cancelamento das obras que não sejam licitadas no prazo previsto.

“Vocês são nossos parceiros na escolha de qual face de nosso país queremos apresentar ao mundo. Sabemos que os desafios são muitos, mas também temos a certeza de que conseguiremos vencê-los”, disse o ministro.

O secretário-executivo do ministério, Valdir Moysés Simão, acrescentou que em 2012 foram empenhados R$ 113,1 milhões para obras de infraestrutura turística nas cidades-sede da Copa, mas nenhuma obra teve início até agora. A verba prevista para esta finalidade este ano é de R$ 84 milhões.

No encontro, os novos dirigentes municipais de turismo e Copa das seis cidades receberam orientações dos técnicos do ministério sobre temas como acomodação, qualificação dos prestadores de serviço turísticos e infraestrutura turística.

Fonte: Ministério do Turismo

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
Entrada de divisas alcançou 797 milhões de dólares, novo recorde mensal desde que o Banco Central começou a calcular essa informação, em 1948
+
A maioria dos visitantes estrangeiros optaram pelos locais no Brasil. Dentre os destinos estão as capitais Rio de Janeiro, Natal, Fortaleza, Salvador e Recife, além de Jericoacoara, Ipojuca, Búzios, Angra dos Reis e Parati
+