Resende e Vasco jogam nesta quinta em Manaus. Partida será teste operacional para a Copa

03/04/2014 - 09:42
Setores de Competições, Voluntários, Limpeza e Tecnologia terão operação aproximada a um jogo da Copa do Mundo

Foto: Friedemann Vogel/Getty Images#O jogo entre Resende e Vasco da Gama será o primeiro evento-teste do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo da FIFA (COL) para áreas operacionais da Arena da Amazônia, em Manaus. A bola rola a partir das 19h30 (horário local), em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil. Mesmo sendo dois times do Rio de Janeiro, o Resende, como mandante, levou a disputa para o Amazonas.

Os setores de Competições, Voluntários, Limpeza e Gestão de Resíduos, Serviço a Espectadores e Tecnologia terão operação aproximada a de um jogo de Copa do Mundo. Outras áreas, como Operações de Imprensa e Credenciamento e Serviços Especiais serão operados pelos gestores do jogo com apoio do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus. Foram colocados à venda 40 mil ingressos. Mais de 33 mil haviam sido vendidos até a manhã de quarta-feira (2.04).

O CEO do Comitê Organizador Local, Ricardo Trade, detalhou, na manhã desta quinta-feira, no Rio de Janeiro, alguns dos aspectos que serão avaliados. "Vamos contar com 300 stewards. Na Copa teremos um número maior, mas já vamos testar as posições deles no estádio, assim como os voluntários. Vamos ter 200 neste jogo. Também vamos testar a afinação da arena quanto aos sistemas de água, energia, tecnologia, as posições dos órgãos de segurança no Centro de Comando e Controle”, afirmou Trade.

Equipamentos adquiridos pelo governo federal por meio da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM) e a Plataforma de Observação Elevada, também serão utilizados. Caminhões adaptados e equipados com sistemas de comunicações, videomonitoramento e plataforma integrada de inteligência fazem parte do legado do Mundial para os estados.

Esta será a primeira partida da arena com a carga de 40 mil ingressos disponíveis – o anel superior da arquibancada não tinha sido utilizado nos dois jogos anteriores. No dia 9 de março, o empate por 2 x 2 entre Nacional-AM e Remo-PA contou com 20 mil pessoas, pela Copa Verde (leia mais sobre o jogo). Seis dias depois, 11 mil torcedores presenciaram mais um empate, desta vez por 0 x 0, entre Fast Clube e Princesa dos Solimões, pelo Campeonato Amazonense.

Na Copa do Mundo, a primeira partida no estádio é um dos principais clássicos mundiais: no dia 14 de junho, Inglaterra e Itália se enfrentarão em Manaus, pelo Grupo D. Quatro dias depois, duas seleções que estão no grupo do Brasil entram em campo na arena: Camarões e Croácia. O terceiro jogo em Manaus, dia 22 de junho, vai opor Estados Unidos e Portugal. O último jogo válido pela Copa do Mundo de 2014 em Manaus será no dia 25 de junho. Cabeça de chave do Grupo E, a Suíça enfrentará Honduras na última partida das duas seleções pela primeira fase.

Operação de trânsito

 #Clique na imagem para ampliarO Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) executará uma operação especial para o trânsito nas proximidades na Arena a partir das 15h30 desta quinta-feira. O trânsito será interditado na Avenida Constantino Nery (sentido bairro/Centro) do cruzamento com a Avenida Desembargador João Machado até a Avenida Pedro Teixeira. O sentido Centro/bairro da Constantino Nery fluirá normalmente.

A Avenida Pedro Teixeira ficará interditada entre o trecho da avenida Constantino Nery até a Fundação de Medicina Tropical, no sentido bairro/Centro. A Avenida Loris Cordovil estará interditada entre a rua Vivaldo Lima, próximo ao SPA do Alvorada, até a Constantino Nery.

A orientação do Manaustrans para os condutores que vêm pela avenida Torquato Tapajós, sentido bairro/Centro, é que acessem as avenidas Djalma Batista e Mário Ypiranga. Quem se desloca pela avenida Loris Cordovil, poderá seguir para a avenida Desembargador João Machado. Quem estiver na avenida Pedro Teixeira, deve acessar a avenida Teomário Pinto (prolongamento da avenida Darcy Vargas), nos dois sentidos.

Transporte especial

A partida contará com serviço de transporte para deficientes físicos, idosos, obesos e grávidas, oferecido pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU). Três ônibus do sistema Transporta, adaptados para pessoas com necessidades especiais, estarão disponíveis para levar os usuários do ponto de interdição até a entrada da Arena da Amazônia.

Haverá duas bases: uma funcionará em frente à Vila Olímpica para as pessoas que chegarem de carro e a outra será instalada no cruzamento da Avenida Constantino Nery com a Pedro Teixeira e atenderá as pessoas que chegarem de ônibus.

Restrições para acesso à Arena

Os torcedores que forem ao devem evitar o uso de bolsas grandes e mochilas, guarda-chuvas, bandeiras ou cartazes com mais de dois metros, mastros e instrumentos musicais, fogos de artifícios e garrafas - todos esses itens estão proibidos. Assim como quaisquer tipos de alimentos e bebidas, exceto aqueles adquiridos dentro do estádio ou específicos para diabéticos. As autoridades recomendam levar apenas capa de chuva.

» Confira abaixo as áreas que o Comitê Organizador Local testará durante a partida entre Resende e Vasco

Limpeza e Resíduos
A Gerência de Limpeza e Gestão de Resíduos deve realizar o treinamento e a preparação dos funcionários contratados pelo operador do estádio, para implantação dos níveis e diretrizes dos serviços de limpeza e gestão de resíduos que serão adotados na Copa do Mundo.

Transporte
Operação das equipes e árbitros dentro do estacionamento do estádio. O COL vai implementar a organização interna da chegada e saída dos times, semelhante ao que será feita na Copa. A operação de trânsito fora dos perímetros do estádio é de responsabilidade da cidade-sede.

Serviços ao Espectador
Será implantado modelo semelhante ao da Copa do Mundo, com planejamento e organização das filas nas catracas e concessões de alimentação.

Voluntários
Serão utilizados cerca de 200 voluntários que estão alocados para a Copa do Mundo. Nesta partida, atuarão na área de serviços ao espectador.

Tecnologia
Sistema de sonorização da arquibancada; telões; avaliação da sala de controle; cobertura de rádio comunicação para identificação das áreas de sombras; acompanhamento e observação da operação da infraestrutura de TI dos estádios; identificação de recursos de TI de legado que possam ser usados no período de exclusividade.

Competições
O gramado será tratado da mesma forma que na Copa do Mundo. Já existe um cuidado diferenciado e a grama será cortada e penteada no mesmo padrão dos jogos da competição, além de ser irrigada no mesmo tempo recomendado pela FIFA.

Segurança
Cerca de 600 seguranças e stewards deverão atuar nesta partida. Ainda não serão utilizados os perímetros, nem serão implantados Mag & Bags (detectores de metais) para revista, que será de responsabilidade das forças públicas.
Atuação dos stewards do COL:
Vomitórios – controle das áreas de circulação de locais de público;
Segurança no campo – controle de acesso e manutenção da ordem no campo; acompanhamento do árbitro e auxiliares; proteção em casos de invasão de torcedores.
Grupo de reação (campo) – Responsável por intervenções imediatas nos casos de ameaças de tumultos, brigas de jogadores (sob demanda da equipe de arbitragem) ou tentativas de invasão de campo.
Haverá integração operacional com as forças de segurança pública e defesa. Toda a operação no perímetro externo da Arena da Amazônia será de responsabilidade exclusiva dos órgãos de segurança pública.

» Vídeo, fotos e infográfico: conheça os detalhes do estádio de Manaus

Portal da Copa, com informações da UGP Copa - Amazonas

Notícias Relacionadas

Mais de dois mil itens, entre televisores, computadores e telefones celulares, serão entregues a 64 escolas das doze sedes, além de 26 organizações não-governamentais
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Jogos na Arena da Amazônia foram vistos por mais de 240 milhões de pessoas
+
Presidente da FIFA também destacou o alto nível do futebol desta edição da Copa. CEO do Comitê Organizador Local, Ricardo Trade, exaltou o sucesso da organização do torneio
+