São Paulo a 30 dias da Copa: busca de nova realidade para a Zona Leste

13/05/2014 - 15:55
Cidade faz ajustes finais para receber abertura da Copa e desenvolver região mais carente

Portal da Copa/ME/Abril de 2014#Previsão do governo estadual é de que obras de mobilidade no entorno da Arena Corinthians sejam entregues até o fim de maio

São cerca de 4 milhões de moradores na Zona Leste de São Paulo, sendo que pelo menos a metade é obrigada a deixar a região todo dia para trabalhar em outras partes da cidade. A Copa do Mundo é vista como a grande oportunidade de mudar essa realidade, atrair investimentos e desenvolver a área mais populosa e carente da capital paulista.

A Arena do Corinthians é o ponto central deste plano. O estádio, orçado em R$ 820 milhões, conta com R$ 420 milhões de incentivos da prefeitura, expressos em arrecadação futura de impostos que a administração da cidade abre mão. Estudos da prefeitura indicam que a consolidação da arena e a abertura da Copa na cidade acrescentarão R$ 30 bilhões ao PIB da cidade em 10 anos. A expectativa é que boa parte destes ganhos seja mantida na Zona Leste.

Ao redor da Arena Corinthians estão sendo investidos R$ 548,5 milhões em cinco obras viárias. Dessas, segundo o Comitê Paulista, apenas as alças de acesso entre a avenida Jacu-Pêssego e a Nova Radial serão entregues parcialmente. O chamado “Mergulhão”, uma passagem inferior na Radial Leste, em frente ao estádio, já foi inaugurado. O restante estará aberto até o fim de maio.

“Todos os investimentos realizados em Itaquera tiveram como objetivo atender antigas reivindicações dos moradores da Zona Leste e realizar obras necessárias ao desenvolvimento da região”, afirma a coordenadora executiva do Comitê Paulista, Raquel Verdenacci. “A Copa dura pouco mais de um mês, mas essas obras são um legado para a população. Elas interligam o norte e o sul do bairro, antes dividido pelos trilhos de trem e metrô, e segregam o tráfego de passagem do trânsito local. Além disso, elas estão inseridas no conceito do Polo Institucional de Itaquera, um gerador de desenvolvimento para a região, que já conta com uma Fatec (Faculdade de Tecnologia de São Paulo) e, no segundo semestre, ganhará uma Etec (Escola Técnica Estadual)”.

Portal da Copa/ME/Abril de 2014#Antes do evento-teste oficial, Arena Corinthians recebeu um grupo de 5.000 crianças para testar dependências internas do estádio

Evento-teste

A Arena Corinthians fará o primeiro evento-teste oficial da Fifa no próximo domingo (18.05), quando Corinthians e Figueirense se enfrentam pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Inaugurado no último sábado (10.05), o estádio foi palco de uma festa organizada pelo clube para 17 mil pessoas – sem a chancela da federação internacional. O amistoso que reuniu ídolos alvinegros não teve algumas das características planejadas para a Copa do Mundo, como soluções de mobilidade e obrigatoriedade de os torcedores respeitarem a demarcação de assentos.

No teste de domingo serão cerca de 40 mil espectadores na arena – menos do que os 68 mil esperados a cada jogo da Copa. Desta vez, todos os setores, com exceção das estruturas temporárias que estão sendo erguidas nos lados norte e sul, estarão abertos. Quem esteve em Itaquera na inauguração pôde perceber que ainda há trabalho a fazer: internamente, há a necessidade de obras de acabamento. Além disso, torcedores relataram problemas nos banheiros – em alguns faltavam sabonetes, em outros, toalhas de papel – e tiveram dificuldade em conectar os dispositivos móveis à rede 3G. Quem preferiu se deslocar de carro até o local também teve dificuldade, principalmente de encontrar vagas para estacionar.

“A expectativa é aproveitar o jogo entre Corinthians e Figueirense para testar o conceito operacional da Copa do Mundo quanto à mobilidade, principalmente”, explica Raquel.  Segundo ela, os torcedores serão orientados a se deslocarem ao estádio de acordo com o setor em que compraram ingresso.

“A Arena Corinthians tem duas entradas: leste e oeste. O torcedor com ingresso oeste será orientado a ir de Metrô ao estádio, utilizando a Linha 3-Vermelha, e desembarcar na estação Artur Alvim. O passageiro com ingresso leste será orientado a ir de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), utilizando a Linha 11-Coral e desembarcar na estação Corinthians-Itaquera. Ambas as estações se localizam a cerca de um quilômetro da entrada do estádio”.

Todos os serviços que estarão disponíveis para o público no evento-teste do dia 18 serão informados pelo Comitê Paulista e pelo SPCopa (Comitê Especial para a Copa do Mundo da prefeitura de São Paulo) durante a semana. Espera-se que os torcedores já possam contar, por exemplo, com orientadores treinados e com o Expresso Copa, trem que fará o trajeto entre as estações da Luz e Corinthians-Itaquera sem paradas.

Portal da Copa/ME/Abril de 2014#Exclusivo para voos internacionais, o novo terminal de passageiros de Guarulhos foi inaugurado no último fim de semana

Aeroportos

O Aeroporto de Guarulhos ganhou, no último domingo (11), um novo terminal de passageiros, com capacidade para receber até 12 milhões de pessoas por ano. Exclusivo para voos internacionais, o terminal já opera com a presença de três companhias aéreas – TAP, Swiss Airlines e Lufhthansa –, número que aumentará para oito até a Copa, quando 25% do tráfego internacional do aeroporto estará concentrado nesse terminal.

Nos primeiros dias de funcionamento, a área foi alvo de algumas críticas, como goteiras e falta de água nos banheiros. A concessionária responsável pela operação do aeroporto, GRU Airport, informou que está registrando os itens apontados pelos usuários e tomando providências para a correção dos problemas.

Já a Aeroportos Brasil, que administra o aeroporto de Viracopos, em Campinas, informou recentemente que não conseguiria entregar, dentro do prazo (11 de maio), três das quatro obras previstas no acordo de concessão, entre eles um novo terminal. Técnicos da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) estão vistoriando o local. Apesar disso, a agência diz que o atual terminal tem capacidade para atender à demanda esperada para o período da Copa caso o novo não esteja à disposição.

Leonardo Lourenço, do Portal da Copa em São Paulo (SP)

Notícias Relacionadas

Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
BRT carioca teve seis novas estações inauguradas neste fim de semana e liga a Barra da Tijuca ao aeroporto do Galeão
+
Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+