Sebrae lança cartilha com dicas de inovação com foco na Copa do Mundo

19/09/2012 - 11:16
Mais de 500 empresários participaram do seminário Golear é Inovar, em São Paulo

O Sebrae lançou na noite de terça-feira (18.09), em São Paulo, o segundo volume da cartilha Tendências de Negócios e Perfil do Consumidor para 2014. O evento aconteceu durante o workshop Golear é Inovar, que teve como objetivo motivar o empresário a pensar sobre inovação com foco nas oportunidades geradas por megaeventos, em especial a Copa do Mundo da FIFA 2014.

“Nesta edição, estamos convidando o empresário a inovar. São três dicas por setor envolvido no mundial de futebol”, disse José Bento Desie, consultor do Sebrae em São Paulo. A primeira cartilha foi lançada em junho e trouxe recomendações de tendências para negócios, além de mostrar o perfil de turistas de cinco países (Alemanha, Argentina, Espanha, México e Japão) que devem visitar o Brasil durante a Copa.

Mais de 500 empresários participaram do encontro que aconteceu no Juventus, tradicional clube paulista. Também estiveram presentes representantes da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Globo Marcas e Visa que explicaram as regras de proteção de marca da FIFA e como funcionarão os licenciamentos de produtos. A entidade divulgou o e-mail brand.protection@fifa.org para que as pessoas possam tirar suas dúvidas sobre o tema Proteção de Marcas.

Produtos
A expectativa é que sejam vendidos cerca de três milhões de ingressos. Os jogos serão transmitidos para mais de 200 países e são esperados aproximadamente 3,7 milhões de turistas nas cidades-sede. Uma pesquisa realizada pelo Ibope, em 2011, a pedido da Globo Marcas, mostrou que 22% das pessoas maiores de 16 anos comprariam lembranças e camisetas ligada à Copa. “É uma oportunidade também para as micro e pequenas empresas”, destacou o representante da Globo Marcas, Flávio Secchin.

O Sebrae e a Globo Marcas assinaram um convênio de cooperação cujo objetivo é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios, valorizar a produção nacional e gerar empregos. Segundo ele, as pequenas empresas poderão trabalhar em três frentes. A primeira são os quiosques oficiais que serão lançados em várias cidades do país utilizando o sistema de franquia. As MPE podem também licenciar diretamente da Globo Marcas uma série de produtos.

“Estamos orientando os empresários a buscarem diferenciais como artesanato, produtos regionais, criativos ou de nicho, além dos produtos ecológicos”, exemplificou Flávio Secchin. O terceiro caminho é a distribuição de produtos licenciados pelas redes de varejo convencionais. “Se o empresário é do comércio, vender produtos licenciados pode trazer um diferencial para o seu negócio”.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Notícias Relacionadas

Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+
Principais emissores de turistas foram Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos
+
Alguns preferiam alemães por causa da rivalidade com vizinho sul-americano. Outros apoiaram argentinos devido à eliminação brasileira
+