Secopa de Mato Grosso disponibiliza lista de imóveis para hospedagem alternativa na Copa

28/04/2014 - 19:10
Interessados em alugar casa ou apartamentos têm uma ferramenta nova à disposição. São cerca de 60 locais cadastrados e liberados

A Secretaria Extraordinária da Copa de Mato Grosso disponibiliza a partir desta segunda-feira (28.04) a lista de imóveis disponíveis para hospedagem alternativa em Cuiabá, durante a Copa do Mundo. São cerca de 60 locais cadastrados e liberados, inclusive com fotos, à disposição de turistas e visitantes que têm interesse em alugar uma casa ou apartamento.

Os visitantes interessados em alugar algum desses imóveis já cadastrados poderá fazer a transação comercial diretamente com o proprietário. O cadastramento de imóveis continua sendo feito pelo portal e vai até o período do Mundial.

O projeto de Locação Imobiliária para a Copa do Mundo é uma parceria com o Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis (Secovi), que visa suprir a demanda por acomodação em Cuiabá e entorno durante os jogos.

Os preços estão sendo definidos pelo proprietário, conforme o imóvel, e detalhes como localização, qualidade e tamanho fazem parte dos critérios de avaliação na definição de valores.

Entre as finalidades dessa parceria entre o governo do estado e o Secovi estão a facilitação aos proprietários em disponibilizar seus imóveis para locação; o auxílio aos turistas e visitantes na locação do imóvel de seu interesse; o estabelecimento de regras padronizadas para locações de interesse da Copa do Mundo e o fomento no setor com a geração de renda.

Atualmente há uma demanda de aproximadamente 21 mil leitos para a Copa do Mundo, sendo que de acordo com o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SHRBS) há disponíveis em Cuiabá e Várzea Grande apenas 15 mil vagas, o que gera um déficit de 6 mil leitos para o evento.

Além desse programa, a secretaria tem outros dois de acomodação alternativa: O Cama Café e o Acomodação Solidária. Com esses três projetos, a estimativa é disponibilizar os seis mil leitos que faltam.

Fonte: Secopa-MT

Notícias Relacionadas

Foram mais de 14 mil downloads do aplicativo e 642 registros, além de 740 ligações das mais diversas partes do país
+
Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+
Aumento no movimento de bares foi, em média, de 25% durante os jogos
+