Seleção Brasileira viaja para Fortaleza na tarde deste domingo (16.06)

16/06/2013 - 14:55
Equipe enfrenta o México no Castelão na quarta-feira (19.06). Antes da viagem, jogadores participaram de treino regenerativo em Brasília. Em entrevista coletiva, Thiago Silva e Jô comentaram a vitória contra o Japão na estreia

A Seleção Brasileira embarca para Fortaleza na tarde deste domingo (16.06). A equipe viaja em voo fretado para a capital cearense, onde vai se hospedar no Hotel Marina Park. Ainda em Brasília, os jogadores realizaram treino regenerativo de manhã.  Antes da viagem, o zagueiro e capitão Thiago Silva e o atacante Jô participaram de entrevista coletiva.

O capitão falou sobre a importância da vitória por 3 x 0 contra o Japão na estreia na Copa das Confederações. Para Thiago Silva,  o resultado representou um alívio. “Depois do jogo,  tiramos um peso, passou um pouco da pressão.  Deu para dar uma relaxada legal, repor as energias. Foi uma noite maravilhosa”, disse o jogador.

Brasil x Japão

Brasil x Japão

Thiago Silva elogiou a parte tática da Seleção e considerou que o grupo evoluiu bastante no jogo contra o Japão. O zagueiro comentou ainda o momento do hino nacional, quando ficou marcada a imagem do zagueiro com os olhos fechados e bastante concentrado.

“Toda vez que toca o hino é uma sensação que não tem como explicar. Quando fecho os olhos, lembro de todas as dificuldades que vivi na infância. Querendo ou não, hoje eu sou o capitão da Seleção Brasileira, não esperava que isso pudesse acontecer na minha carreira. Penso no jogo, no que posso fazer para ajudar a equipe. Penso na minha infância, no que passei, e me dá uma força grande para jogar o meu melhor futebol”, revelou.

Próximos adversários

O capitão já está pensando no próximo jogo contra o México, na quarta-feira (19.06), na Arena Castelão. Ele conhece bem o adversário indigesto, especialmente porque esteve em campo quando os mexicanos derrotaram o Brasil na final das Olimpíadas de Londres, no ano passado. Thiago acha que a partida será mais difícil porque os adversários ganharam experiência, mas pondera que a confiança brasileira também é grande.

“O México sempre nos complica. Estou engasgado há um bom tempo. Mas não vou jogar como revanche. Vou jogar como um jogo importante para a minha carreira e para a Seleção”, disse

O atacante Jô também analisou os próximos desafios. Para ele, o caminho para enfrentar México e Itália (adversário do próximo sábado 22.06) é ter paciência e boa posse de bola. Ele conhece alguns dos destaques das duas seleções, mas considera essencial o estudo das equipes como um todo.

“Tem que prestar atenção no grupo. São duas seleções com jogadores que fazem a diferença. O Balotelli (jogador italiano) e o Giovani dos Santos (mexicano), com quem já joguei, sei que são muito bons. Mas temos que prestar atenção no conjunto todo e estudar bem para fazer a coisa certa na hora do jogo”,disse.

Jô foi o último convocado para a Copa das Confederações. Ele substituiu o atacante Leandro Damião, cortado às vésperas da competição devido a uma lesão. O jogador do Atlético Mineiro teve uma oportunidade de entrar em campo já na estreia contra o Japão e marcou o terceiro gol da equipe. Para ele, um momento marcante na carreira.

“Passa um filme com tudo o que se passou pela sua carreira. Familiares, amigos. Uma emoção muito boa que só quem fez o primeiro gol na Seleção sabe o quanto é bacana. Mas temos que manter a humildade: eu e a Seleção não ganhamos nada. Foi um passo importante, mas sabemos a importância do jogo de ontem”,analisou.

Agenda

O primeiro treino em Fortaleza está marcado para 15h de segunda-feira (17.06) no Estádio Presidente Vargas. Na terça (18.06), véspera do jogo contra o México, a atividade será na Arena Castelão, às 15h15, para reconhecimento do gramado. A partida está marcada para 16h de quarta (19.06) no novo estádio da capital cearense.

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Na arena Castelão, foram 49,4 toneladas, enquanto na Fan Fest foram outras 41,4 toneladas. Atividade envolveu 350 catadores de 17 instituições
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+