Sem ingresso, brasileiro viaja o País para “sentir o clima do torcedor”

04/07/2014 - 15:38
Publicitário Sebastião Pereira carrega com ele uma grande bandeira do Brasil para que os torcedores deixem mensagens de apoio à Seleção

O publicitário paulista Sebastião Pereira tentou comprar ingressos para assistir às partidas da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Como não obteve sucesso, resolveu viajar pelo País para “sentir o clima do torcedor brasileiro”. De carro, percorreu São Paulo, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte e voltou agora à capital cearense. No bagageiro da caminhonete L-200, uma bandeira do Brasil de 8 por 11 metros é levada a todas as cidades para que os torcedores assinem com mensagens de apoio aos jogadores da Seleção. A iniciativa rendeu ao publicitário o apelido de “Tião da Bandeira”.  

“Não consegui comprar ingressos para os jogos da Seleção e resolvi viver a Copa de outra maneira, pelo sentimento do torcedor. Em vez de correr atrás de jogador, resolvi seguir a torcida”, disse Tião. Ele conta que a andança pelo País já rendeu pelo menos seis mil mensagens escritas na bandeira. A ideia, segundo ele, é entregar aos jogadores antes da decisão do Mundial como incentivo para a conquista do hexa. “Espero que chegue a pelo menos 10 mil mensagens. Os jogadores precisam sentir esse carinho do povo”, afirmou o publicitário aventureiro.

Fotos: Thiago Cafardo/Portal da Copa#Torcedores deixam mensagem de apoio à Seleção na bandeira do publicitário paulista

Tião disse que, após o Mundial, vai pedir a bandeira de volta para guardá-la como sendo o seu troféu de campeão. “Vai ficar guardada com carinho por tudo que vivi nessa Copa”, disse ele, que mora em São Caetano do Sul, na região da Grande São Paulo.  O publicitário conta que tem uma outra bandeira, um pouco menor, com pelo menos 230 assinaturas de atletas brasileiros e estrangeiros, como Ronaldinho Gaúcho, Diego Hipólyto, Dunga, entre outros.

“Cada assinatura na bandeira vem com uma carga histórica. Significa o reconhecimento de todo o esforço e trabalho do atleta. Eu gostaria de eternizar nesta bandeira a assinatura e recordes desses maravilhosos atletas que subiram no degrau mais alto do pódio”, disse Tião, sobre o símbolo que ficou guardado em São Caetano do Sul.

Assinaturas

A enorme bandeira estendida em frente à Arena Castelão chamou a atenção dos torcedores que chegavam para acompanhar o duelo entre Brasil e Colômbia. A administradora Cecília Dourado, que estava com o filho Caio, de 6 anos, assinou: “Vamos Brasil. Todos nós confiamos em vocês”. Já o paranaense Felipe Adriano preferiu registrar apenas o nome dele e o da esposa, Viviane. “É uma inciativa muito bacana. Tomara que traga sorte mesmo à Seleção Brasileira”, disse Felipe.

Thiago Cafardo, do Portal da Copa em Fortaleza 

Notícias Relacionadas

Na arena Castelão, foram 49,4 toneladas, enquanto na Fan Fest foram outras 41,4 toneladas. Atividade envolveu 350 catadores de 17 instituições
+
A atuação de Messi na final da Copa do Mundo não agradou os torcedores, mas craque foi aplaudido quando apareceu no telão após a derrota para a Alemanha
+
Torcedores das duas equipes elogiam clima de festa que permeou a Copa do Mundo no Brasil
+
É a terceira final do torneio entre as duas equipes. Segundo Mundial realizado no Brasil é marcado por chuva de gols, viradas e jogos decididos nos minutos finais
+