Simulado de atendimento de urgência para a Copa reúne militares e equipes médicas em Manaus

22/05/2014 - 12:27
A atividade ocorreu nesta quarta-feira (21.05) no Batalhão do Corpo de Bombeiros, a cerca de um quilômetro da Arena da Amazônia

Agnaldo Oliveira Jr/ Portal da Copa#O simulado para a Copa do Mundo da FIFA 2014, realizado nesta quarta-feira (21.05) em Manaus, criou o cenário de contaminação de vítimas de acidente com produtos Químicos, Biológicos, Radioativos e Nucleares. Durante a ação, órgãos de saúde e militares dividiram tarefas para a organização do atendimento.

A atividade ocorreu no Batalhão do Corpo de Bombeiros a cerca de um quilômetro da Arena da Amazônia. O objetivo é capacitar militares e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para atendimento prioritário e sem perda de tempo. “O que nós queremos é que cada ator envolvido possa exercer sua atividade aqui da forma mais perfeita possível. Assim nós teremos a certeza de que estaremos preparados para qualquer situação”, declarou o coordenador da simulação Major Vanderley Correa, do Exército Brasileiro.

Durante o simulado de atendimento emergencial, as vítimas são identificadas e recebem os primeiros-socorros por especialista em resgate do Corpo de Bombeiros, depois são levadas para um corredor montado para descontaminação. O próximo procedimento ocorre na célula de saúde, onde médicos e enfermeiros realizam o atendimento especializado. Depois disso, uma ambulância do SAMU com isolamento especial faz a remoção da vítima para um hospital de pronto-atendimento mais próximo.

“Nós estamos em treinamento há dois anos. Os procedimentos realizados no simulado puderam ser feitos com a rapidez esperada. Apesar de não desejarmos que ocorra uma situação de emergência, nós estamos preparados para ela”, disse o secretario municipal de saúde, Homero de Miranda Leão.

Participaram da simulação 24 militares do Exército, 14 da Marinha e 25 do Corpo de Bombeiros, além de 15 profissionais do SAMU.

Agnaldo Oliveira Jr, do Portal da Copa Manaus (AM)

 

Notícias Relacionadas

Aeroportos, segurança pública e atrativos turísticos têm mais de 80% de aprovação entre os profissionais de imprensa
+
Ao todo, 1,6 milhão de passageiros passaram pelos terminais entre 10/6 e 13/7. A cada 10 passageiros que desembarcaram no país, um passou pela capital
+
Principais emissores de turistas foram Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos
+