Suíça e Honduras fazem último jogo em Manaus na Copa. Conheça o esquema de transporte para o estádio

25/06/2014 - 00:53
As duas equipes ainda sonham com uma das vagas do Grupo E para as oitavas

A partida entre Suiça e Honduras, às 16h (horário local; 17h no horário de Brasília) nesta quarta-feira (25.06), é a última da Copa do Mundo na Arena da Amazônia, em Manaus. E é de vital importância para as duas equipes: os suíços conseguirão a classificação no Grupo E se vencerem em Manaus e o Equador perder ou empatar com a França no Maracanã, no Rio de Janeiro, no mesmo horário. Empate em Manaus e vitória francesa também classifica os suíços. Embora tenham perdido os dois primeiros jogos, os hondurenhos chegarão à segunda fase se vencerem o jogo e tirarem a diferença de saldo de gols para o Equador - que, neste caso, teria de perder para os franceses.

Getty Images#

As declarações do técnico Luis Fernando Suárez, de Honduras,  comparam a dificuldade da seleção com um drama vivido pelo país em 1998, quando um furacão passou pela América Central. “Não há motivo para nos rendermos. Tudo o que foi vivido por Honduras sempre foi complicado. Conseguimos superar um furacão. Honduras sempre quer se superar”, afirmou.

“Temos a capacidade de reverter a situação porque matematicamente é possível. Nós sabemos que tudo depende do trabalho que vamos fazer em campo”, disse o lateral Juan Carlos Garcia. Ele elogiou o estádio e o gramado da Arena da Amazônia: “Nós não podemos reclamar de nada. Está tudo em perfeitas condições para nós. O campo é perfeito e a temperatura não é um problema”.

O técnico da Suíça, Ottmar Hitzfeld, sabe que a temperatura pode ser um problema para seu time, mas diz que a equipe está preparada. “Viemos mais cedo ao Brasil e estamos bem preparados”, afirmou. “Vamos tentar implementar nossa filosofia de jogo. Cada time tem sua especificidade. Honduras tem bons jogadores e temos a consciência disso, portanto vamos ter cuidado. Provavelmente, Honduras vai ter mais torcedores e estamos acostumados com este tipo de situação", acrescentou o treinador.

O zagueiro Stephan Lichtsteiner também falou da temperatura e da umidade. O lateral-direito disse que na Itália há jogos em altas temperaturas. "Nós fizemos testes contra times da América do Sul e foram bons jogos. Temos que jogar de forma ofensiva mas sem descuidar da defesa. A nossa mentalidade é de que temos uma seleção de muita qualidade e estou muito otimista para esta partida", disse Lichtsteiner.

Mobilidade

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Transito (Manaustrans) vai interditar as vias mais importantes que dão acesso a Arena da Amazônia, nesta quarta-feira (25.06), por ocasião da partida entre Honduras e Suíça, duas horas mais cedo. A partir das 10h, as ruas de grande movimentação no entorno já estarão fechadas para tráfego de veículos, a não ser os de moradores e carros credenciados pela organização. O motivo da interdição mais cedo está diretamente ligada ao horário de início da partida, às 16h (hora local). Todas as outras três partidas começaram às 18h.

A primeira fase de bloqueios inclui as seguintes interdições, a partir das 10h: avenida Constantino Nery, sentido bairro/centro, no trecho entre o viaduto de Flores e a avenida Darcy Vargas; avenida Pedro Teixeira, no trecho entre a avenida Constantino Nery e a rua Francisco Orellana (em frente a Fundação de Medicina Tropical); a Lóris Cordovil, no trecho entre a avenida Constantino Nery e a rua Vivaldo Lima (SPA do Alvorada);  todo o trecho da  Belmiro Vianez e da Alameda do Samba.

A avenida Constantino Nery, no sentido centro/bairro, da avenida Darcy Vargas até o Complexo Viário de Flores, será interditada a partir das 11h. A interdição da avenida Djalma Batista está programada para 12h, no trecho entre a Darcy Vargas e o Complexo Viário de Flores, que ficará restrito para o embarque e desembarque de passageiros do transporte coletivo.

Para esta quarta-feira, o esquema de mobilidade de trânsito e a organização nas principais vias vai ser feita por  280 agentes de trânsito: 210 agentes farão o monitoramento de tráfego e outros 70 agentes estarão em serviço na Fan Fest. Os torcedores que optarem por utilizar veículo próprio, alguns estacionamentos vão estar disponíveis, próximo das vias que estarão interditadas. No Amazonas Shopping estarão disponíveis 2 mil vagas; no Ciesa mil vagas; no Manaus Plaza Shopping mais mil vagas; e no Millenium Shopping 7.200 vagas;

Para quem não quer se preocupar com estacionamento, fora do perímetro de Segurança, em cinco pontos, diferentes, as frotas de taxis estarão aguardando os torcedores: rodoviária, conjunto Eldorado, SPA Alvorada, colégio La Salle e nas proximidades do conjunto Kíssia.

Deslocamento de idosos, obesos e pessoas com deficiência

Somente para este púbico e com a apresentação dos ingresos serão disponibilizados 10 microônibus adaptados, dotados de plataformas elevatórias com capacidade para transportar até cinco cadeirantes. Cada pessoa poderá levar um acompanhante. O embarque será feito na Assembléia Legislativa do Amazonas, na esquina das avenidas Djalma Batista e Pedro Teixeira.

Linhas de ônibus para o estádio

Três novas linhas para a área do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e outras nove vão dar a oportunidade para os torcedores chegaram ao Estádio de várias partes da cidade, além das sessenta e uma convencionais que já trafegam próximo ao Estádio.

Destino Arena da Amazônia

As linhas a seguir partem dos locais abaixo, sempre com destino a Arena da Amazônia:
- Povos da Amazônia – Distrito Industrial
- Secretaria de Fazenda – aAleixo
- Praça da Saudade
- Centro
- Alphaville
- Terminal 5
- Terminal 4
- Terminal 3
- Ephigênio Salles – V8

As linhas a seguir saem do Aeroporto com destino aos locais abaixo relacionados:
- Arena da Amazônia - Djalma Batista
- Avenida Brasil - Est. Turismo
- Circular hoteleira

Para quem mora no entorno da Arena da Amazônia

Conforme organização realizada durante os meses de maio e junho, os moradores do entorno da Arena da Amazônia devem ficar atentos aos horários, novos itinerários e interdições das vias que dão acesso às residências, nos dias de jogos da Copa do Mundo, em Manaus.

O acesso de moradores estará liberado nos itinerários, definidos por cores:

Área azul – Avenida Torquato Tapajós/ Avenida Constantino Nery e Rua Belian.
Área amarela - Lóris Cordovil / Rua Vivaldo Lima.
Área verde - Avenida Constantino Nery / Avenida Darcy Vargas.
Área laranja - Avenida Pedro Teixeira / Rua 1.
Área rosa - Rua Rondônia (Conj. Eldorado) / Avenida Djalma Batista.

A previsão é de que o perímetro de interdição seja liberado duas horas após o término da partida.

Segurança

O Plano de Segurança volta ser colocado em prática nesta quarta-feira, com o emprego de cerca de 5 mil profissionais do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus, entre policiais militares e civis, corpo de bombeiros e servidores de órgãos que estão diretamente envolvidos. Todas as ações de segurança serão monitoradas do Centro Integrado de Comando e Controle Regional, onde 35 órgãos estão trabalhando em regime de plantão. É para o CICC-R que são enviadas informações de mais de 200 câmeras espalhadas pela cidade, monitorando qualquer atividade anormal.

Agnaldo Oliveira Júnior, do Portal da Copa em Manaus

Notícias Relacionadas

Argentinos seguem adiante. Partida das quartas de final será em Brasília, no dia 5 de julho
+
Torcedores narram experiências em várias cidades e demonstram satisfação com o tratamento e a organização da competição
+
Equipe enfrenta a Suíça na Arena Corinthians nesta terça-feira por uma vaga nas quartas de final
+
Cidade espera mais de 70 mil torcedores do país vizinho para a partida contra a Suíça, pelas oitavas de final, nesta terça
+