Técnico destaca equilíbrio do time e oferece vitória ao povo da Costa Rica

14/06/2014 - 21:27
Jorge Luís Pinto afirmou que equipe manteve a postura equilibrada mesmo após ter sofrido o gol no primeiro tempo

Alex Livesey - FIFA/ Getty Images#“Não deveríamos ter mudado nosso estilo de jogo", lamentou Oscar Tabarez

O técnico da Costa Rica, Jorge Luís Pinto, dedicou ao povo costarriquenho a vitória histórica por 3 a 1 sobre o Uruguai neste sábado (14.06), na Arena Castelão, em Fortaleza, pela primeira rodada do Grupo D da Copa do Mundo. “Espero que o povo aqui e no nosso país possa aproveitar muito bem essa vitória”. Para ele, o modo  equilibrado da equipe após tomar o gol na primeira etapa foi o que determinou o segundo tempo impecável e a virada no placar.

» Costa Rica surpreende e derrota o Uruguai no Castelão

“O equilíbrio emocional e a tranquilidade foram muito importantes para o resultado. O grupo entendeu a circunstância da partida. Foi um jogo de cabeça, corpo e coração dos jogadores”, afirmou Jorge Luís Pinto.

Mesmo com a vitória sobre os uruguaios, o treinador da Costa Rica preferiu manter os pés no chão ao falar sobre uma possível classificação para a segunda fase da Copa do Mundo – o time ainda enfrentará Itália e Inglaterra. “Nós respeitamos o Uruguai hoje e vamos respeitar a Itália e a Inglaterra. Ainda não ganhamos nada, mas temos mais confiança a partir de agora. Vamos enfrentar dois grandes adversários e precisamos jogar da forma como atuamos hoje”, ressaltou o treinador.

Melhor em campo

O atacante costarriquenho Campbell, de 21 anos, foi eleito pela FIFA o melhor jogador da partida. Ele marcou o gol de empate da Costa Rica aos nove minutos da segunda etapa. “O Campbell pode desequilibrar a partida a qualquer momento e nos trazer vantagens sobre o adversário. Hoje soubemos aproveitar bem essa possibilidade”, disse Jorge Luís Pinto.

O atacante costarriquenho, que pertence ao Arsenal (Inglaterra) mas está emprestado ao Olympiakos, da Grécia, dividiu com os outros jogadores o mérito pelo prêmio de melhor em campo. “Para mim foi muito gratificante esse momento. É o prêmio (para o time) de um esforço feito há muitos anos. Esse troféu é para toda minha equipe, que me ajudou muito hoje”, disse o camisa 9.

Uruguai

Do lado uruguaio, o técnico Oscar Tabárez disse na entrevista coletiva que a equipe sentiu o golpe após ter tomado o gol de empate. “Não deveríamos ter mudado nosso estilo de jogo. Deixamos para eles o domínio de bola, o espaço em campo. Não podemos ficar presos na decepção de ter tomado um gol”, afirmou.

O treinador já admitiu a possibilidade de escalar o atacante Luiz Suárez na partida contra a Inglaterra, no próximo dia 19, em São Paulo. “Suárez não está mais machucado, senão não teria ficado no banco de reservas. Ele levou adiante cada etapa de sua recuperação e vamos ver se ele poderá entrar em campo. Para nós ele será fundamental”, disse o treinador do Uruguai.

O atacante Cavani, que marcou o gol uruguaio em cobrança de pênalti no primeiro tempo, afirmou que a celeste só tem uma opção caso queira continuar viva na Copa do Mundo. “Temos que vencer. Não há outro caminho’, resumiu.

Thiago Cafardo, do Portal da Copa em Fortaleza

Notícias Relacionadas

Na arena Castelão, foram 49,4 toneladas, enquanto na Fan Fest foram outras 41,4 toneladas. Atividade envolveu 350 catadores de 17 instituições
+
O artilheiro do Mundial com seis gols ainda alcançou a terceira posição com o tento anotado contra o Japão, em enquete promovida pela FIFA
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Nas duas sedes, os voluntários do governo federal atuaram durante a fase de grupos, oitavas de final e quartas de final. Agora, atuação será focada na FIFA Fan Fest em dias de jogos
+