Técnico do Chile diz que não tem de escolher sede ou adversário. “Tem que enfrentar o que sair”

05/12/2013 - 16:52
Jorge Sampaoli está na Costa do Sauipe para o sorteio final da Copa, agendado para esta sexta-feira. Cesare Prandelli, da Itália, e Fabio Capello, da Rússia, também já chegaram

Foto: Pedro Oliveira/Portal da Copa#Sampaoli (D), técnico do Chile, cumprimenta o italiano Fábio Capello, que treina a RússiaPara o técnico do Chile, Jorge Sampaoli, em uma Copa do Mundo não é possível e nem se deve escolher adversário. O treinador já está na Costa do Sauípe para o sorteio final do Mundial desta sexta-feira (06.12).

“Quem sair, tem que enfrentar. E temos que chegar da melhor forma possível contra quaisquer que sejam os adversários. Escolher um ou outro é algo que não tem a ver com a realidade”, disse.

O mesmo raciocínio, segundo ele, serve para as sedes dos jogos. “Não tem que escolher nada. Temos somente que saber onde e contra quem vamos jogar para que possamos nos preparar”, completou.

Sampaoli também comentou o método do sorteio da FIFA, que levou em consideração o ranking de outubro. “Me parece um bom método porque é atualidade, priorizou-se a atualidade em relação à história e acho que isso é positivo”, disse.

Italianos

Enquanto Sampaoli circulava pelo hall do hotel, o técnico da Itália, Cesare Prandelli, e o técnico da Rússia, o também italiano Fabio Capello, estavam sentados conversando em uma mesa perto da piscina. Sampaoli cumprimentou os colegas brevemente. “Apenas um oi, com todo o respeito que se tem um colega”. Perguntado rapidamente sobre a expectativa para o sorteio, Prandelli foi sucinto: “É amanhã”.

O sorteio final da Copa do Mundo da FIFA 2014 está marcado para as 14h (de Brasília) desta sexta-feira, e terá cobertura completa do Portal da Copa.

Carol Delmazo – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+