Torcedores de Equador e Suíça movimentam região central de Brasília

14/06/2014 - 20:52
Na véspera do jogo, turistas dos dois países conhecem a parte externa do Mané Garrincha e visitam a Torre de TV

Fotos: Renato Freire/ Portal da Copa#Suíços e equatorianos conheceram pontos turísticos no centro de Brasília

A véspera do primeiro jogo da Copa do Mundo em Brasília, entre Suíça e Equador, foi movimentada na região central de Brasília. Muitos torcedores recém-chegados à cidade, especialmente dos dois países, aproveitaram o sábado (14.06) para conhecer um pouco da capital federal. Eles caminharam ao longo do Eixo Monumental com o objetivo de chegar ao Estádio Nacional Mané Garrincha. Muitos também passaram por pontos turísticos como a Torre de TV, reaberta há uma semana.

Havia mais equatorianos que suíços nos arredores da arena, principalmente à tarde, quando a seleção sul-americana fez o treino de reconhecimento do gramado no local – os europeus estiveram no estádio no final da manhã. O clima era de confraternização. Vestidos com os uniformes das respectivas seleções, os torcedores empunhavam bandeiras e bradavam gritos de incentivo, mas conversavam e brincavam uns com os outros e tiravam fotos juntos.

» Em dia histórico para a capital federal, Suíça e Equador abrem a Copa em Brasília às 13h

» Suíça e Equador fazem reconhecimento do estádio Mané Garrincha

» Conheça a capital de bicicleta: entenda como funciona o Bike Brasília

Os amigos equatorianos Roland Lapo, Adrián Navarrete e Bismark Cornejo estavam otimistas em relação ao jogo. “Vamos ganhar de 3 x 0”, arriscou Roland. Os amigos são mais comedidos “1 x 0 está bom”, garantiu Adrián. O trio elogiou a receptividade dos brasilienses. Um grupo de sete suíços que conhecia Brasília acabou com uma pontinha de frustação. “Queríamos assistir ao treino e não sabíamos que era fechado”, lamenta Claudia Purawo. Apenas a imprensa acompanhou a atividade.

O cenário na Torre de TV, a 800 metros do estádio, era mais diversificado. Vários colombianos, além dos brasilienses que costumam visitar o complexo aos finais de semana, completavam o panorama. O suíço Dominik Zimmermann estava na fila para subir ao mezanino do local, com vista para a Esplanada dos Ministérios. Ele ainda estranha um pouco a cidade. “Nunca vi nada como Brasília. Sinto falta da movimentação das ruas, dos bares. Mas estou gostando”, afirma.

Veja o vídeo: ao vivo para a cidade de Ambato (Equador), o radialista Jorge Cárdenas, da Rádio Amor, fala sobre Brasília e sobre as expectativas para a estreia de sua seleção na Copa, contra a Suíça, no Estádio Nacional

Renato Freire, do Portal da Copa em Brasília

Notícias Relacionadas

No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Estrangeiros e brasileiros de outras partes do país visitam marcos arquitetônicos da capital federal
+