“Trabalhamos pela Copa tanto quanto queremos ganhá-la”, afirma Dilma Rousseff em mensagem lida por Aldo Rebelo

10/06/2014 - 19:05
Ministro do Esporte representou a presidenta na abertura do 64° Congresso da FIFA, nesta terça-feira, em São Paulo

Foto: Paulino Menezes/Portal da Copa/ME#O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, representou a presidenta Dilma Rousseff na abertura do 64° Congresso da FIFA, nesta terça-feira (10.06), em São Paulo. Na mensagem enviada pela chefe de estado brasileiro, lida pelo ministro, são dadas as boas vindas aos representantes das 209 associações da entidade máxima do futebol. A presidenta destacou 2014 com um ano emblemático para o esporte.

“Celebramos diversas datas importantes para o futebol:  os 110 anos da FIFA e os cem anos da Seleção Brasileira. Entre uma data e outra, sediamos a nosa Copa. Trabalhamos muito para atender as necessidades do torneio, construímos e reformamos 12 estádios espalhados pelo país, para  que a Copa alcançasse todo o território nacional”, disse Dilma  Rousseff na mensagem.“Trabalhamos pela Copa tanto quanto queremos ganhá-la”, acrescentou.

A mensagem da presidenta reforçou ainda a importância do Brasil para a universalização do futebol. “Somos o único país a participar de todas as Copas, e estamos na vigésima, em que somos anfitriões. O Brasil tem consciência de que deu enorme contribuição para que o futebol se tornasse o esporte mais universal planeta. Se foi criado por outros, entre nós adquiriu condição de arte”, reforçou.

A presidenta mencionou também a naturalização de brasleiros por outros países, um assunto que, segunda ela, “já preocupa o presidente Blatter e a FIFA”. A mensagem foi finalizada com uma afirmação da preparação do país para o Mundial que se inicia nesta quinta: “Estamos prontos para realizar a Copa das Copas”.

A cerimônia

A cerimônia de abertura do 64º Congresso da FIFA contou com a presença de artistas brasileiros, como a cantora Maria Rita e o pianista Nelson Ayres, e de atrações de fora do país, como o cantor palestino Mohammed Assaf. Comandado por Fernanda Lima, o evento deu espaço a apresentações que mostram a cultura nacional, tanto em vídeo quanto no palco. Capoeiristas, sanfoneiros e dançarinos de frevo, em sequência, arrancaram fortes aplausos da plateia.

Em sua mensagem, o presidente da FIFA, Jospeph Blatter, falou das expectativas para a Copa.“Todos esperamos que o Brasil possa transformar essa oportunidade na festa mais fantástica. A competição será realizada em um nível altíssimo. Vai ser uma grande disputa, com o espírito do fair play. Centenas de milhares de fãs estarão aqui para testemunhar a festa. Através dessa Copa do Mundo, o Brasil vai enviar emoções para bilhões de pessoas”, disse Blatter.

Homenagens

Medalhas de honra ao mérito foram entregues ao longo da cerimônia. Um dos agraciados foi o ex-jogador colombiano Carlos Valderrama, que não esteve presente. Outra homenagem foi concedida ao ex-jogador francês Just Fontaine, detentor do recorde de maior número de gols em uma edição de Copas: foram 13, em 1958. Ele recebeu a chuteira de platina da Adidas, e agradeceu o prêmio com bom humor. “Me disseram que é uma chuteira única, então está certo, porque eu também sou único. Estou muito feliz por receber isso. E estou ao lado de duas pessoas únicas também. Eu dedido à minha esposa e aos meus companheiros de 1958, muitos dos quais não puderam estar aqui hoje”, disse. As companhias dele no palco eram o ex-jogador  francês Michel Platini e o ex-jogador brasileiro Ronaldo.

Imagens do 64º Congresso da FIFA - São Paulo

Imagens do 64º Congresso da FIFA - São Paulo

Carol Delmazo – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Diretora da Unaids no Brasil se encontrou nesta terça com o ministro do Esporte, que assinou a bola que simboliza a iniciativa. Um exemplar com as rubricas da presidenta Dilma e de outros chefes de Estado será levado para a Assembleia Geral da ONU
+