Uruguai e Inglaterra fazem “jogo de sobrevivência” na Arena Corinthians nesta quinta

19/06/2014 - 01:05
Campeões mundiais perderam as partidas da primeira rodada da Copa de 2014 e precisam da vitória para sonhar com a classificação no grupo da morte, que ainda tem Itália e Costa Rica

Fotos: Getty Images#

Nenhum time quer iniciar uma Copa do Mundo perdendo. Mas, se isso acontece, o caminho é deixar a derrota para trás e se recompor para o próximo jogo, ainda mais se o novo desafio envolve dois campeões mundiais, lutando para sobreviver no chamado grupo da morte do Mundial. É nesse contexto que Uruguai e Inglaterra se enfrentam nesta quinta-feira (19.06), às 16h, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Na primeira rodada, o Uruguai foi surpreendido pela Costa Rica em Fortaleza: perdeu por 3 x 1 da equipe que era considerada a mais fraca do grupo D. “A explicação nos já buscamos, foi muito difícil digerir, não por achar que seria um jogo fácil, mas porque esperávamos começar o Mundial com o pé direito. Acontece. Sabemos que foi por culpa nossa, por nosso erros, já analisamos e já vimos. Agora é outro jogo”, disse o atacante Edinson Cavani.

O técnico Oscar Tabárez não quis adiantar a escalação da equipe, mas pelo menos uma mudança é certa: o zagueiro e capitão da Celeste, Diego Lugano, está fora da partida devido a fortes dores no joelho esquerdo. O substituto deve ser o jovem zagueiro do Atlético de Madri, José María Giménez, de apenas 19 anos. A formação tática, segundo Tabárez, será mantida.

Outra novidade em relação ao time que começou jogando contra Costa Rica pode ser a estreia de Luis Suárez no Mundial de 2014. O atacante do Liverpool passou por uma cirurgia no menisco há cerca de um mês, recuperou-se bem e já está de volta aos treinos. Mas chegar 100% a uma partida como esta contra a Inglaterra já é outra história. O técnico, na entrevista coletiva da véspera, deixou o suspense no ar. “Em relação a Luis Suárez, a pergunta que se faz é: 'ainda assim, pode contribuir para a Seleção? É isso que vamos ver amanhã”, disse “el maestro”.

Independentemente de quem comece jogando, o Uruguai aposta em seu próprio histórico para a superação do momento complicado e da conquista de uma vitória sobre o time inglês. “Já estivemos em circunstâncias parecidas,  em que o resultado negativo terminaria com tudo e conseguimos sair disso. Sabemos que, quando é possível, temos um time que dá de tudo e luta até o final para conseguir o que quer”, afirmou Tabárez. Um exemplo recente: o Uruguai se classificou para a Copa de 2014 somente na repescagem intercontinental, após passar pela Jordânia.

Cavani reforçou que a equipe está pronta para enfrentar esse tipo de siutação e que o jogo não será fácil para a Inglaterra. “Sempre tentamos defender a nossa imagem, em todos os jogos, para que sempre saibam que somos uma seleção que impõe dificuldades, que tem caráter e, definitivamente, temos nossas armas que podem ser perigosas a qualquer momento”, disse o atacante do Paris Saint-Germain.

Confiança inglesa

O discurso do poder de reação também se destaca no time inglês, que perdeu a primeira partida da Copa para a Itália por 2 x 1, na Arena da Amazônia, em Manaus. “Conversando com o grupo, o que eu posso dizer é que estamos otimistas. Claro que ficamos chateados com a derrota para a Itália, mas como equipe, estamos com pensamento positivo e estamos cientes da importância deste jogo. Não podemos mais pensar no que aconteceu. Só podemos controlar o que acontecerá amanha durante os 90 minutos”, disse o meia Steven Gerrard, um dos mais experientes da equipe e que participa do terceiro mundial consecutivo da carreira.

No treino de reconhecimento de gramado da Arena Corinthians, chamou a atenção a presença do meia Alex Oxlade-Chamberlain, que treinou com os companheiros, parecendo estar recuperado de uma lesão no ligamento do joelho direito. O técnico Roy Hodgson, entretanto, não planeja contar com o jogador do Arsenal na partida contra o Uruguai. “Ele vai participar dos treinos daqui em diante, sua lesão respondeu muito bem ao tratamento, mas não acredito que ele irá participar do jogo de amanhã”, disse o treinador.

Outro elemento que se de destacou na véspera foram as condições climáticas. A temperatura caiu em São Paulo, chegando a cerca de 17 graus no momento da atividade desta quarta. Os jogadores ingleses entraram em campo de mangas compridas para o treino. A previsão para a tarde da partida é de que os termômetros marquem 15 graus, com grande possibilidade de chuva. Contexto totalmente diferente do calor enfrentado em Manaus, e que deixa o English Team bem mais à vontade.

“Nao temos do que reclamar, mas acho que nem o Uruguai vai achar ruim. Para a intensidade que deve ter um jogo como esse, as condiçes são ótimas, mas tambem jogar em Manaus não pareceu perturbar o nosso jogo. Pode estar muito quente, muito úmido, pode estrar fresco, ou com chuva. Estamos preparados para qualquer clima, qualquer condição. Mas, mais chuvoso, é melhor para equipes europeias”, afirmou Roy Hodgson.

»Saiba como chegar à Arena Corinthians e à FIFA Fan Fest no Anhangabaú

O técnico enfatizou que não julga a capacidade do Uruguai pela partida contra a Costa Rica e elogiou a força da zaga e a técnica de atacantes como Luis Suárez, a quem Gerrard – também jogador do Liverpool – atribuiu a alcunha de gênio. Mas, quando a bola rolar, é cada seleção por si, no jogo da sobrevivência. Quem perder, pode dar adeus às chances de classificação no Mundial.

Histórico

Uruguai já foi campeão do torneio por duas vezes, em 1930 – primeira edição da Copa – e em 1950,  em pleno Maracanã, vencendo o Brasil. Está é a décima segunda participação da Celeste. A Inglaterra venceu o Mundial em 1966, na edição disputada em casa. A Copa de 2014 é a décima quarta do time inglês.

Esta será a terceira vez que Uruguai e Inglaterra se enfrentam em Copas do Mundo. A primeira foi nas quartas de final do torneio de 1954, quando a equipe sul-americana venceu por 4 x 2. A segunda vez foi na fase de grupos da Copa de 1966: um empate por 0 x 0 .

A Arena Corinthians, palco do jogo, receberá a segunda partida do Mundial de 2014. A primeira foi a abertura do torneio, quando o Brasil ganhou da Croácia por 3 x 1. Outros quatro jogos estão agendados para o estádio construído no bairro de Itaquera, em São Paulo: Chile x Holanda (23.06), Bélgica x Coreia do Sul (26.06), uma partida de oitavas de final (01.07) e uma semifinal (08.07).

Ficha técnica - Uruguai x Inglaterra

Segunda rodada da Copa do Mundo da FIFA 2014 – Grupo D
Local: Arena Corinthians, São Paulo
Horário: 16h
Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, Giménez, Godín e Cáceres; Gargano, Arévalo Ríos, Cristian Rodríguez e Stuani; Suárez (Forlán) e Cavani
Técnico: Oscar Tabárez
Inglaterra: Hart, Johnson, Cahill, Jagielka e Baines; Henderson, Gerrard e Sterling; Rooney (Lallana), Sturridge e Welbeck
Técnico: Roy Hodgson
Arbitragem: Carlos Velasco Carballo (Espanha), com os auxiliares Roberto Alonso Fernández e Juan Carlos Jiménez

Carol Delmazo – Portal da Copa

 

Notícias Relacionadas

Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Aeroportos, segurança pública e atrativos turísticos têm mais de 80% de aprovação entre os profissionais de imprensa
+
O artilheiro do Mundial com seis gols ainda alcançou a terceira posição com o tento anotado contra o Japão, em enquete promovida pela FIFA
+
Ao todo, 1,6 milhão de passageiros passaram pelos terminais entre 10/6 e 13/7. A cada 10 passageiros que desembarcaram no país, um passou pela capital
+