Uruguai x Inglaterra: saiba como chegar à Arena Corithians e à Fan Fest no Anhangabaú

19/06/2014 - 01:29
Partida terá início às 16h desta quinta-feira (19.06), feriado de Corpus Christi. Transporte público por trem ou metrô é o mais indicado para o acesso ao estádio

O  transporte público é o mais indicado  para os torcedores que vão assistir à partida entre Uruguai e Inglaterra, nesta quinta-feira (19.06), na Arena Corinthians, em São Paulo. O jogo pode eliminar um ex-campeão do mundo, já que ambas as seleções foram derrotadas na rodada inicial da competição. O confronto está marcado para 16h, mas os portões são abertos três horas antes.

O estádio é servido tanto pelo metrô como pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). O valor do bilhete, em ambos os casos, é R$ 3. Aconselha-se garantir o bilhete da ida e da volta de uma vez, para evitar filas após o jogo.

É preciso dar uma olhada no ingresso para saber por qual portão entrar na arena, pelo lado Oeste ou Leste. O lado oeste dá acesso aos setores Oeste e Sul (portões A, B, C, D, E, F e G). O lado leste serve de ingresso para os setores Norte e Leste (portões H, I, J, K, KL, L, M, N, O, P e Q). Essa informação está impressa no ingresso.

Entrada leste: o torcedor deverá utilizar os trens da CPTM e desembarcar na estação Corinthians-Itaquera (linha 11-Coral). O Expresso da Copa, trem com saída na estação da Luz (linha 1-Azul, para quem for de metrô) e chegada na estação Corinthians-Itaquera, sem paradas, funcionará a partir das 13h. No dia da partida de abertura da Copa, entre Brasil e Croácia, no dia 12 de junho, os torcedores brasileiros e estrangeiros aprovaram o serviço. Para esta quinta-feira, haverá mais dois trens fazendo esse trajeto para o jogo.

Entrada oeste: a melhor opção é chegar de metrô, desembarcando na estação Artur Alvim (Linha 3-Vermelha). O percurso restante até o estádio, de cerca de 900 metros, deverá ser feito a pé.

Adalberto Leister/ Portal da Copa#Torcedores aprovaram o Expresso Copa na partida de abertura da Copa, em 12 de junho

Carro

Não haverá bolsões de estacionamento nas proximidades do estádio, já que esse espaço está destinado à Fifa. É recomendado evitar a avenida Radial Leste, que costuma ter trânsito pesado, especialmente em dias de jogos. Estações de metrô interligadas a Shopping Centers, como a Santa Cruz (Linha 1-Azul) e a Tatuapé (Linha 3-Vermelha) podem ser uma boa opção. Outra possibilidade é usar o estacionamento das rodoviárias da Barra Funda (Linha 3-Vermelha) e do Tietê (Linha 1-Azul), ambas servidas por metrô. S rodoviária do Jabaquara (Linha 1-Azul) não possui estacionamento interno, mas há opções nas proximidades.

Aeroporto de Congonhas

Para a Copa do Mundo, foi criada uma linha que sai do aeroporto de Congonhas e segue direto até a estação de metrô mais próxima, a São Judas (Linha 1-Azul). A linha 609J/10 sai do aeroporto e tem partida a cada 12 minutos. O serviço, de ida e volta, funciona das 6h às 23h40. A passagem tem o mesmo custo de um ônibus normal (R$ 3) e pode ser usado o bilhete único, com integração ao metrô, barateando o custo da viagem. Da estação São Judas, o torcedor pode seguir até a estação Sé e fazer baldeação para a Linha 3-Vermelha até a estação Artur Alvim, ou seguir até a estação da Luz e pegar o Expresso da Copa, viajando direto até a estação Corinthians-Itaquera.

Aeroporto de Guarulhos

Uma linha expressa do Airport Bus Service levará o público do terminal ao estádio em dias de jogos com saída a cada 30 minutos. Os veículos têm ar-condicionado, poltronas estofadas e reclináveis. A linha funciona a partir de sete horas antes do jogo e finaliza quatro horas depois do jogo. O trajeto dura cerca de 30 minutos e custa R$ 36,50, mais a taxa de embarque de R$ 1,50. Outra opção é o ônibus suburbano (linha 257), que vai do aeroporto até a estação Tatuapé do metrô (Linha 3-Vermelha). Dali, é possível acessar o estádio através do metrô. A tarifa é de R$ 4,45, e a viagem dura 55 minutos.

Rodoviárias

Quem chegar de ônibus, todas as rodoviárias de São Paulo são integradas ao metrô. Os terminais Jabaquara e Tietê são servidos pela Linha 1-Azul. Já o terminal Barra Funda é ligado à Linha 3-Vermelha.

Acessibilidade

Pessoas com necessidades especiais devem se deslocar até a estação Corinthians-Itaquera. Ali, vans do serviço municipal Atende, que faz transporte gratuito de pessoas com deficiência, completarão o trajeto até o estádio.

Tira-dúvidas

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) conta com um telefone para tirar dúvidas dos usuários, o 1188. A empresa também atualiza a situação do trânsito da cidade através do Twitter e do site (www.cetsp.com.br).

Bloqueios

As vias do entorno da Arena Corinthians serão restritas a torcedores portadores de ingresso e moradores e veículos credenciados pela Fifa. Os bloqueios terão início seis horas antes do jogo e terminarão duas horas depois. Haverá seis pontos de verificação dos carros, que permitirão acesso apenas de veículos credenciados, de 26 bloqueios operacionais, onde será proibida a circulação. As áreas de restrição estão listadas no site da CET.

Fan Fest

O Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, é o palco da FIFA Fan Fest, evento gratuito de exibição pública dos jogos. O local, projetado para abrigar 35 mil pessoas, terá também shows musicais. A melhor maneira de chegar à festa é de metrô, descendo na estação São Bento (Linha 1-Azul) ou na estação Anhangabaú (Linha 3-Vermelha). Quem quiser ir de bicicleta, a opção é utilizar os bicicletários nas principais estações da rede sobre trilhos. Informe-se sobre os horários de funcionamento nos sites do Metrô (www.metro.sp.gov.br) e da CPTM (www.cptm.sp.gov.br)

A programação desta quinta-feira acontece das 10h às 22h e terá dança afro, show de samba, salsa e hip hop.
A Polícia Militar pretende criar um bolsão externo para evitar problemas de segurança como o que ocorreu na terça-feira, quando torcedores que não conseguiram entrar no cercado da festa, arremessaram objetos nos policiais.

Segurança

A Polícia Militar de São Paulo conta com um comando específico para o período da Copa do Mundo. São três batalhões com 4.265 homens, no total, que estarão posicionados em 40 pontos de interesse, como centros de treinamento, rotas de deslocamento, hotéis das delegações e exibições públicas. A Guarda Civil Metropolitana dará apoio. A cidade também faz o monitoramento de todos os eventos ligados ao Mundial através do CICCR (Centro Integrado de Comando e Controle Regional), que reúne 60 órgãos públicos federais, estaduais e municipais de diferentes áreas como transporte, segurança, saúde e defesa civil. O centro tem acesso a imagens de 500 câmeras espalhadas por São Paulo, 24 horas por dia.

Adalberto Leister, do Portal da Copa em São Paulo (SP)

Notícias Relacionadas

No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+
Aeroportos, segurança pública e atrativos turísticos têm mais de 80% de aprovação entre os profissionais de imprensa
+