Vai a Fortaleza ver a Seleção Brasileira? Mercado Central é parada obrigatória

01/07/2014 - 16:30
Tradicional espaço de compras oferece produtos artesanais do Ceará, como rendas e redes, artigos de decoração e comidas típicas

O Mercado Central de Fortaleza já está preparado para receber os torcedores que viajarão à capital cearense para acompanhar o duelo entre Brasil e Colômbia na próxima sexta-feira (04.07), na Arena Castelão, pelas quartas-de-final da Copa do Mundo. Decorado em verde e amarelo para o jogo, o tradicional espaço de compras tem quatro andares e cerca de 500 boxes que oferecem centenas de produtos artesanais do Ceará, como rendas, redes, cachaças, castanha de caju e doces típicos, entre outros.

No mercado, o visitante pode comprar um quilo de castanha por R$ 20 ou uma saída de banho por R$ 30. Camisetas com estampas das praias mais famosas do Ceará, como Jericoacoara ou Canoa Quebrada, variam entre R$ 10 e R$ 20. Já a tradicional rede sair por cerca de R$ 50. “A variedade de produtos aqui é muito grande. Impossível sair do mercado sem comprar alguma coisa”, afirmou a turista paulistana Maria Helena Barbosa, enquanto olhava algumas rendas em boxes do espaço.

Além da gastronomia cearense e confecções de diversos tipos, o visitante do Mercado Central ainda pode encontrar objetos para decoração, como sanfoneiros e dançarinos de forró em miniatura, pequenas jangadas e imãs de geladeira, entre outros. “O Mercado Central de Fortaleza é hoje o principal destino dos nossos turistas que buscam conhecer as raízes, a cultura, o artesanato, a culinária e a tradicional hospitalidade cearense”, disse o presidente do centro de compras, João Eudes de Oliveira, ao site do espaço (www.mercadocentraldefortaleza.com.br).

A capixaba Marcela Araújo, de 29 anos, disse estar “encantada” com a quantidade de confecções oferecidas no Mercado Central de Fortaleza. “Você precisa de mais de um dia inteiro para olhar tudo. Tem muito produto com preço bem acessível”, disse ela, que estava acompanhada do marido, Fábio Araújo.

Turistas no Castelão

De acordo com o secretário Especial da Copa do Ceará (Secopa), Ferruccio Feitosa, a estimativa é de que 79% dos 60,5 mil lugares disponíveis no Castelão sejam ocupados por turistas – 46% brasileiros e 33% estrangeiros – na partida da Seleção Brasileira contra os colombianos. “Receberemos mais de 150 mil estrangeiros e 108 mil visitantes de outros estados nos seis jogos. O número é cinco vezes maior do que na Copa das Confederações”, disse. No total, segundo a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), contando os visitantes que viajaram sem ingresso para as partidas, Fortaleza receberá cerca de 350 mil pessoas no período do Mundial.

Apenas na primeira fase da Copa do Mundo, os turistas que viajaram a Fortaleza injetaram, de forma direta, cerca de R$ 500 milhões na economia da cidade. Os principais gastos dos visitantes, segundo a Secopa, foram com hospedagem, comércio, serviço e passeios turísticos.

Mercado Central de Fortaleza

Endereço
Avenida Alberto Nepomuceno, 199, Centro

Horário de funcionamento
Segunda à sexta: 8h às 18h
Sábado: 8h às 17h
Domingo: 8h às 13h

Estacionamento
300 vagas para carros, 10 para ônibus e 100 para motos

Thiago Cafardo, do Portal da Copa em Fortaleza

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
No confronto entre Brasil x Colômbia, pelas quartas de final, a lotação hoteleira de Fortaleza alcançou 97%
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+