Vídeo: conjunto de obras para a Copa em Recife busca mudar a centralidade urbana

22/10/2013 - 10:03
Conheça os projetos e confira o andamento das intervenções nos corredores Leste/Oeste e Norte/Sul, no Ramal Cidade da Copa, no metrô e na BR-408

Fotos: Frame de Vídeo/Danilo Borges#Moradores da região metropoliltana de Recife, Márcio e Maria das Graças passaram a adotar o metrô para chegar ao centro da cidadeO estoquista Márcio dos Santos percebe no relógio o significado da estação de metrô Cosme e Damião em seu cotidiano. Morador de Camaragibe, cidade com 151,5 mil habitantes na região metropolitana de Recife, ele calcula que o tempo gasto no trajeto para o trabalho diminuiu mais de uma hora. Entregue em maio, a obra recebeu investimentos de R$ 7,4 milhões do governo federal.  “Eu tinha de sair de casa duas horas antes para chegar ao trabalho no horário e pegava dois ônibus. Hoje, o percurso nunca chega a uma hora”, relata.

Os mais de 108 mil moradores de São Lourenço da Mata, outra cidade na região metropolitana, também passaram a ter o metrô como opção. A baldeação dos ônibus para os trens é feita no Terminal Integrado de Camaragibe. “O metrô foi a salvação de quem mora em São Lourenço da Mata”, afirma a bibliotecária Maria das Graças.

A mesma estação é uma das principais alternativas para os torcedores no acesso à Arena Pernambuco, palco de cinco jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014. O trecho interno do Ramal Cidade da Copa, já finalizado, vem sendo utilizado desde a Copa das Confederações. O trecho externo tem previsão de conclusão em dezembro. A via terá 6,3 km de extensão entre Camaragibe e São Lourenço da Mata e vai operar com o sistema de Transporte Rápido por Ônibus (TRO). Os investimentos totalizam R$ 130 milhões. 

Portal da Copa/Setembro de 2013#Imagem aérea da Arena Pernambuco permite visualizar a duplicação da BR-408 e o Ramal Cidade da Copa

Nova centralidade

O secretário executivo da Secopa de Pernambuco, Gilberto Pimentel, ressalta que os projetos de mobilidade foram pensados para deslocar a centralidade urbana de Recife, que conta com um adensamento populacional grande para a região norte. A Arena Pernambuco é a primeira etapa da chamada “Cidade da Copa”, que será construída ao redor do estádio após o Mundial.

“São Lourenço e Camaragibe são as cidades mais diretamente impactadas com a construção da Arena Pernambuco, mas toda a ‘mata norte’ do estado vai ser beneficiada. A Copa permitiu que uma série de projetos fosse colocada em prática. É importante que se veja isso como o grande legado, que resolve, em parte, o dia a dia da população”, explica.

Outra forma de se chegar à Arena Pernambuco é pela BR-408, que foi duplicada e ganhou um viaduto que dá acesso ao estádio. O empreendimento foi entregue em abril e somou R$ 140 milhões em investimentos. “Para a Copa há um conjunto de obras. Já concluímos 11. Restam sete, que devem ser entregues entre outubro de 2013 e abril de 2014. Adiantaria pouco ter vias modernas, largas e com infraestrutura se a gente não melhorasse o sistema de transporte público. Hoje estão sendo construídos mais de 100 km de corredores na região metropolitana de Recife”, disse Pimentel.

Secretaria de Cidades/Governo de Pernambuco#

O corredor Leste/Oeste, com extensão de 12,3 km pela Avenida Caxangá, fará a ligação do centro de Recife ao Ramal Cidade da Copa. Serão 14 estações de ônibus no percurso, que contará com um túnel e um viaduto. Com capacidade para transportar 126 mil passageiros por dia, o corredor custará R$ 145 milhões e tem conclusão prevista para março de 2014.

Cortando a região metropolitana de Recife no outro sentido, o corredor Norte/Sul terá 33,2 km e 33 estações, interligando quatro terminais integrados. Além da capital pernambucana, os ônibus passarão pelos municípios de Igarassu, Abreu e Lima, Paulista e Olinda. Orçado em R$ 151 milhões, o projeto atenderá a uma demanda de 180 mil passageiros e deve ser concluído até o fim de 2013.

Gabriel Fialho – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

BRT carioca teve seis novas estações inauguradas neste fim de semana e liga a Barra da Tijuca ao aeroporto do Galeão
+
Tarifa é de R$ 2,15 e os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM)
+
Governo do DF divulgou balanço de ações para a Copa do Mundo. Investimentos em segurança, turismo, mobilidade urbana e aeroporto ficam para a cidade
+
Ministro do Esporte e secretário-executivo da pasta participaram do balanço final do evento, realizado no Rio de Janeiro
+