Vídeo: nova projeção mostra como será o Maracanã

07/12/2012 - 16:52
Estádio carioca terá novas rampas de acesso, 230 banheiros, painéis fotovoltaicos e assentos retráteis, dentro de padrões de conforto e segurança internacionais

Inaugurado em 1950, para a primeira Copa do Mundo no Brasil, o estádio Maracanã está em reforma desde agosto de 2010 para receber o segundo Mundial da história do país. A arena carioca, que também será palco da Copa das Confederações, terá capacidade para 78 mil pessoas, acomodadas em padrões internacionais de conforto e segurança. Haverá mais espaço entre os assentos, que serão retráteis e nas cores da Seleção Brasileira. Também haverá cadeiras especiais, 110 camarotes e tribuna de honra. Os torcedores terão a rota de acesso ao assento, que será marcado, impresso no bilhete de entrada.

A nova arquibancada será mais inclinada e próxima ao campo. O estádio terá cinco pavimentos, divididos em quatro setores: leste, oeste, norte e sul.  Com novas rampas de acesso e elevadores, o estádio poderá ser evacuado em até oito minutos. Ainda está prevista a construção de um passarela ligando o Maracanã à Quinta da Boa Vista.

Serão construídos mais de 60 novos bares com guichês para portadores de necessidades especiais em todos os níveis do estádio. Serão mais de 230 banheiros, que reutilizarão a água da chuva. Através de um sistema que usará os 50 mil m² de cobertura da arena, a água será coletada e enviada para uma cisterna específica. O “teto” do Maracanã também terá painéis fotovoltaicos que transformarão a energia solar em elétrica.

» Confira como ficará o projeto do Maracanã no vídeo abaixo

» FIFA e governo reafirmam confiança na entrega do Maracanã dentro do prazo
» Camarote-modelo é montado no Maracanã

Fonte: Secretaria de Estado de Obras do Rio de Janeiro

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+