Voluntário de Curitiba fala sobre a experiência de auxiliar torcedores na Copa

24/06/2014 - 16:30
Maicon Silva lembra que precisou localizar amigos de turista nigeriano que estava perdido na região da Arena da Baixada

O estudante Maicon Silva, de 27 anos, decidiu que seria voluntário durante a Copa do Mundo 2014 desde que o país foi escolhido para sediar o evento. Na época, com 20 anos de idade já planejava utilizar o que aprendeu na língua inglesa e espanhola no contato com os turistas. “Estou conseguindo realizar um sonho, um objetivo de crescimento cultural e profissional. Agora, me sinto preparado para novos desafios”, garante Maicon, que vai atuar na orientação aos turistas nos quatro jogos da primeira fase da Copa do Mundo realizados em Curitiba.

Foto: Ângelo Binder/ Portal da Copa#Maicon Silva (quinto da esquerda para direita) e os colegas que participam do Programa Brasil Voluntário em Curitiba

Durante o trabalho da partida entre Irã x Nigéria (16.06), ele percebeu que ser voluntário vai além de passar as informações básicas aos turistas. “É preciso ter tranquilidade. Temos a função de ampará-los em situações complicadas. Porque são pessoas que não conhecem bem a cidade, não sabem falar português e estão de passagem muito rápida pela cidade”, explica. Segundo ele, é preciso estar atento aos gestual dos torcedores.

O voluntário recorda que um turista nigeriano se perdeu do grupo de amigos e que o ingresso dele para partida estava com esses amigos. “Era quase a hora do jogo e tinha muita gente perto do estádio. Além disso, as cores das roupas dos torcedores são parecidas e fica mais difícil da gente identificar para ajudar”, disse. Ao conversar com os outros voluntários, com a descrição dos amigos do turista nigeriano, Maicon garantiu a presença do torcedor no jogo estreia do time africano na Copa do Mundo.

“O jogo não foi bom (placar de 0 x 0), mas tenho certeza que seria uma frustração enorme para aquele torcedor ficar fora do estádio, depois de viajar continentes para chegar até aqui”, conta o voluntário, que foi essencial para que o torcedor localizasse os amigos e ingresso. Maicon voltará a trabalhar na partida entre Argélia x Rússia, quinta-feira (26.06), às 17 horas, na Arena da Baixada.

Angelo Binder, do Portal da Copa em Curitiba

Notícias Relacionadas

Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Acesso ao agendamento continua normalmente; voluntários poderão consultar notícias no Portal da Copa
+
A capital pernambucana conta com 500 voluntários distribuídos em pontos de mobilidade e área externa da Arena Pernambuco
+
Equipe do Brasil Voluntário valorizam contato com visitantes e elegem holandeses como o povo mais alegre
+