Porta de entrada do Brasil

Considerado o cartão-postal brasileiro, o Rio de Janeiro é o ponto mais conhecido do Brasil no exterior. Além de lindas praias e atrações naturais em profusão, lá estão referências internacionalmente conhecidas, como o Cristo Redentor, o Maracanã e o Pão de Açúcar. O Carnaval mais famoso do Brasil e os luxuosos desfiles de escolas de samba também acontecem na Cidade Maravilhosa. Segundo estado mais populoso do país, o Rio tem cada vez mais se tornado um destino para turistas de todo o mundo. Foi a sede da final da Copa das Confederações e receberá sete jogos do Mundial de 2014, incluindo a final.

No Rio, há a infraestrutura de uma metrópole, uma das maiores florestas urbanas do mundo, a brisa marítima das praias e o ar fresco das montanhas. Desde a sua fundação, em 1565, tem uma história marcada pela centralidade nacional. Foi capital do país de 1763 a 1960, passando pelo Brasil Colônia, Império e República. Hoje, embora tenha deixado de ser sede do poder político, ainda exporta tendências e um estilo de vida inconfundível.

No Rio, grande parte da vida social acontece nas praias, lugar onde moradores e turistas se misturam. Os cariocas gostam de caminhar, ler e jogar bola na praia, muitas vezes misturando várias modalidades. A praia é centro das atenções para quem chega à cidade, que aproveita de sua bonita paisagem para viver ao ar livre. Passeio de bicicletas, caminhadas e corridas à beira-mar e almoços em pequenos e charmosos restaurantes são o cotidiano do carioca, que recebe seus turistas com simpatia e os inclui na rotina saudável da cidade.

Programa imperdível para quem está na cidade é acompanhar o espetáculo do por-do-sol no Arpoador, um dos pontos mais queridos pelos moradores. É uma tradição aplaudir a natureza pelo belíssimo espetáculo proporcionado gratuitamente todos os dias.

Foto: Embratur#

O samba e o carnaval

Se o samba nasceu na Bahia, foi no Rio de Janeiro que cresceu. Em cada bairro encontram-se rodas de samba, shows e os famosos pagodes no fundo de quintal.  É durante o Carnaval que o samba ganha mais destaque, com o desfile das escolas de samba – um megaevento anual que acontece no sambódromo e é considerado um dos maiores espetáculos populares do mundo.

Capital dos fogos

A noite de 31 de dezembro é um evento à parte no Rio. A queima de fogos em Copacabana reúne milhões de pessoas todos os anos nas areias, nas ruas (fechadas sempre com antecedência para privilegiar quem vem celebrar o Ano Novo na praia), em festas animadas nos apartamentos da orla e em cruzeiros. A festa começa cedo, muitas horas antes da virada. Turistas e cariocas se misturam nas areias em busca de um bom lugar para ver os fogos ou assistir a um dos diversos shows que acontecem na praia. O branco não é obrigatório, mas é certamente uma preferência. Devotos de Iemanjá deixam flores brancas e pulam ondas, agradecendo à Mãe de todos os orixás (deidade brasileira de raiz africana, cultuada na umbanda e no candomblé) pelo ano que passou ou pedindo para que interceda por um ano melhor. À meia-noite a celebração é emocionante com uma das mais longas e belas queimas de fogos do mundo.

Principais pontos turísticos

Corcovado
O morro de 706 metros abriga uma das sete maravilhas do mundo moderno: o Cristo Redentor. Símbolo mais reconhecido do Brasil, a estátua foi inaugurada em 1931 e tem 30 metros de altura, composta com blocos de pedra-sabão esculpidos na França. Um monumento que pode ser avistado de praticamente todos os pontos da cidade e que, por sua vez, proporciona uma vista panorâmica do Rio de Janeiro.
Endereço: Estrada de Ferro Corcovado. Rua Cosme Velho, 513 - Cosme Velho
Funcionamento: diariamente, a cada 30 minutos, das 8h30 às 19h
Acessibilidade: sim

Forte de Copacabana
Inaugurado em 1914 para reforçar a defesa da Baía de Guanabara, é um ponto turístico com vista privilegiada. Conta com uma filial da tradicional Confeitaria Colombo.
Endereço: Praça Coronel Eugenio Franco, 1. Copacabana
Funcionamento: de terça a domingo e feriados, das 10h às 18h. Área externa, de terça a domingo e feriados das 10h às 20h
Acessibilidade: sim

Jardim Botânico
Criado pelo rei Dom João VI em 1808, abriga espécies raras da flora brasileira e é um local de lazer para crianças e adultos. Os maiores destaques são as palmeiras imperiais centenárias, logo na entrada, o orquidário com mais de 600 espécies de plantas e o Jardim Sensorial, um espaço criado especialmente para as pessoas com deficiência visual. Conta com visitas guiadas em inglês e espanhol, mediante agendamento prévio.
Endereço: Rua Jardim Botânico, 920 (pedestres) e 1008 (veículos)
Funcionamento: diariamente de 8h às 17h
Acessibilidade: Sim

Lago Rodrigo de Freitas
Além de cartão postal, a Lagoa é uma imensa área de lazer e o maior centro gastronômico ao ar livre da América Latina. Dispõe de três parques (Cantagalo, Taboas e Patins), 9,5 km de ciclovias e 25 quiosques com bares e restaurantes. É o local preferido para as práticas do ciclismo e do remo.
Endereço: Lagoa Rodrigo de Freitas

Marina da Glória
Um porto onde atracam embarcações nacionais e internacionais com infraestrutura para a prática de iatismo e aluguel de barcos. No local também acontecem shows e eventos regularmente.
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, s/n
Acessibilidade: Sim

Palácio do Catete/Museu da República
Sede do governo brasileiro de 1897 a 1960, por onde passaram 18 presidentes da República. Importantes fatos da história do país aconteceram ali, como o anúncio da participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial e o suicídio de Getúlio Vargas. Foi transformado em museu com a mudança da capital para Brasília.
Endereço: R. do Catete, 153
Funcionamento: 3ª a 6ª, das 10h às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h
Acessibilidade: sim

Pão de Açúcar (acima)
Um dos cartões postais mais famosos do mundo, o Pão de Açúcar oferece passeios no tradicional bondinho, escaladas nas rochas de 400 metros de altura, caminhadas cercadas de natureza, voos de helicóptero, bares e cafés. Tudo isso para proporcionar ao visitante vistas de 360 graus de uma das cidades mais belas do planeta.
Endereço: Av. Pasteur, 520
Funcionamento: bilheteria de 8h às 19h50 (o parque fecha às 20h50), as viagens de bondinho partem de 20 em 20 minutos ou quando atingir a capacidade máxima (65 pessoas).
Preços: adultos R$ 53, crianças de 6 a 12 anos R$ 26, crianças abaixo de 5 anos: gratuito, 50% de desconto para adultos a partir de 60 anos.
Acessibilidade: Sim

Aterro do Flamengo (acima)
Criado a partir de diversas obras de aterramento, tem entre suas principais atrações jardins criados por Burle Marx, com vegetação nativa. Na área do Aterro estão localizados diferentes e importantes pontos turísticos da cidade, como o Museu de Arte Moderna do Rio, a Marina da Glória e o Monumento aos Mortos da Segunda Guerra Mundial. Nos fins de semana, é muito procurado para a prática de esportes e caminhadas
Acessibilidade: sim.

Museu de Arte Moderna
Conta com 11 mil obras em sua mostra permanente, entre pinturas e esculturas, de artistas como Fernand Léger, Alberto Giacometti, Jean Arp, Henry Moore, Bourdelle, Marino Marini, Max Bill, entre outros. Artistas brasileiros como Di Cavalcanti Lygia Clark, Helio Oiticica, Franz Weissmann, Amílcar de Castro e Wyllis de Castro também têm obras em exposição no museu.
Endereço: Av Infante Dom Henrique 85.  Parque do Flamengo
Funcionamento: terça a sexta, das 12h às 18h. Sábado, domingo e feriados, das 12h às 19h

Rampa da Pedra Bonita
É o local mais tradicional para a prática do voo livre no Brasil. A altitude de 597 metros proporciona uma vista única da cidade.
Endereço: Bairro de São Conrado.
Preços: variados e sob consulta
Classificação etária: proibido para menores de 16 anos.

Santa Teresa
Chamada por muitos de Montmartre brasileira, é um dos lugares mais pitorescos do Rio. Assim como o bairro parisiense, fica situado em uma colina e abriga inúmeros ateliês, bares e restaurantes, que conferem um clima boêmio às suas ruas.

Arcos da Lapa
Construído entre 1744 e 1750 para abastecer de água a cidade, o aqueduto é uma marca registrada da cidade. Sobre ele trafega o bonde que liga o Centro às ruelas antigas do bairro de Santa Teresa.

Baixo Leblon
Ponto de encontro de jovens desde a década de 1970, tem intensa vida noturna em seus diversos bares e restaurantes, locais badalados como a Pizzaria Guanabara, o Bar Jobi, a casa de sucos BB Lanches e o Bar Bracarense, eleito duas vezes pelo jornal The New York Times como o melhor do Brasil.

Baixo Gávea
Região boêmia fora do eixo turístico, conta com vários bares e restaurantes freqüentados por artistas, jornalistas e jovens cariocas. Sua intensa vida noturna agrada aos visitantes estrangeiros, que podem conhecer de perto como se diverte o público local.

Museu de Arte Contemporânea de Niterói – MAC (foto acima)
O Museu de Arte Contemporânea de Niterói teve seu projeto concebido pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Inaugurado em 1996, foi construído para receber a Coleção João Sattamini, um dos mais importantes conjuntos de obras representando a produção artística contemporânea brasileira, de 1950 até os dias de hoje. A arquitetura revolucionária foi inspirada pela magnífica vista da paisagem da orla da Boa Viagem, como uma escultura futurista que se oferece com beleza para todos. É um dos principais cartões-postais do município.
Endereço: Mirante da Boa Viagem, s/n, Boa Viagem
Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18h.
Ingresso: R$ 10 (estudantes, professores e pessoas acima de 60 anos pagam meia)
Entrada gratuita para estudantes da rede pública (ensino médio), crianças de até 7 anos, portadores de necessidades especiais e moradores ou nascidos em Niterói (com apresentação do comprovante de residência).
Entrada gratuita também às quartas-feiras.

Parque Nacional da Tijuca
É uma imensa área de preservação que atravessa a cidade de norte a sul. Compreende várias atrações distintas, como a Floresta da Tijuca, uma das maiores florestas urbanas do mundo, criada em 1861 pelo imperador Pedro II para reflorestar a área atingida pelo desmatamento causado pelo cultivo de cana e café; e a Vista Chinesa, um mirante em estilo oriental que fica a 380 metros de altura. Lá também está a famosa Pedra da Gávea, uma imensa rocha de 842 metros de altitude que, desde 1830, recebe grande número de visitantes em suas trilhas e é um local de referência no montanhismo, além de um dos principais pontos para prática de voo livre.
Funcionamento: Diariamente, das 8h às 17h
Acessibilidade: sim, trilha especial para cadeirantes


População: 6.323.037 habitantes
Área: 1.200,279 km2
Código de área: 21
Tensão elétrica: 110 V
Clima: tropical e tropical de altitude
Temperatura: média anual de 22 °C a 24 °C
Vegetação: Mata Atlântica

Feriados locais
20 de janeiro: São Sebastião (padroeiro)
23 de abril: Dia de São Jorge
20 de novembro: Dia da Consciência Negra/Zumbi dos Palmares

Telefones úteis

Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio)
(21) 2334-6153 / (21) 2334-6158
http://www.turisrio.rj.gov.br

Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur)
(21) 2271-7000
http://www.rioguiaoficial.com.br

Delegacia Especial de Atendimento ao Turista
(21) 2332-2924

Centro de Informações Turísticas
1746

Centro Aberto de Mídia – Rio de Janeiro

Local: Forte de Copacabana - Praça Coronel Eugênio Franco
Funcionamento: De 9 de junho a 14 de julho, das 10h às 22h
Contato: cam@presidencia.gov.br