O antigo estádio da Fonte Nova foi totalmente implodido em 29 de agosto de 2010. No entanto, o projeto original foi preservado, inclusive, com a chamada “abertura da ferradura”. A parte sul da arena mede 42 metros de altura e conta com um vão aberto, voltado para o Dique do Tororó, único manancial natural da cidade, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

O local, que pode abrigar palco de shows e receber até oito mil pessoas para diferentes tipos de eventos, será ocupado por uma arquibancada móvel com cinco mil lugares durante a Copa do Mundo. A estrutura foi usada na Copa das Confederações, quando o estádio recebeu três partidas do torneio. Com isso, a capacidade total da arena salta para 55 mil torcedores.

A bola rolou pela primeira vez no palco baiano para seis jogos da Copa do Mundo no dia 07 de abril de 2013, no clássico entre Vitória 5x1 Bahia. Dois dias antes, a presidenta Dilma Rousseff participou da cerimônia de entrega oficial do estádio.

Clique na imagem para ver o infográfico completo#

O investimento total no empreendimento foi de R$ 591,7 milhões, dos quais R$ 323,6 milhões de financiamento federal via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O projeto foi realizado por Parceria Público-Privada entre o governo baiano e as empresas OAS e Odebrecht. A gestão será feita pela Fonte Nova Negócios e Participações, que tem a concessão da arena por 35 anos e é formada pelas duas construtoras.

Palco baiano renasce

Batizado de Octávio Mangabeira, nome do governador baiano que idealizou a construção do estádio, a Fonte Nova foi inaugurada em 1951. Foram mais de dois anos e meio de obras, que chegaram a ter 4.500 trabalhadores simultâneos, com mais de dez mil operários passando pelo projeto, para concluir a nova arena.

O estádio está posicionado em um terreno de 116 mil metros quadrados e tem uma área construída de 90 mil metros quadrados. O edifício tem dez níveis e três anéis de arquibancadas. O volume de concreto utilizado na construção chegou a 45 mil metros cúbicos, com todo o material da antiga Fonte Nova sendo reutilizado. A armação da arena pesa 5,2 mil toneladas e a estrutura metálica 1,8 toneladas. Foram usadas 12 mil peças de pré-moldados e 65 mil metros de estacas. De todo o material utilizado, 70% foram de fornecedores da própria Bahia.

» Conheça os jogos de Salvador na Copa

Portal da Copa#

Gramado

A grama plantada na Arena Fonte Nova é da espécie Bermuda Celebration, indicada para climas tropicais. Para a irrigação são 35 aspersores distribuídos ao longo do campo, que tem dimensões de 105 metros por 68 metros. A distância do gramado em relação às arquibancadas é de dez metros nas laterais e de 12,3 metros nas linhas de fundo.

Os ramos vivos da grama foram jogados na camada final do campo, chamada de topsoil. Esta camada tem dez centímetros de espessura e é formada por um mix de fibra elástica, fibra de polietileno, turfa e areia. O conjunto é pensado para proporcionar uma superfície mais segura aos jogadores e evitar torções causadas quando a chuteira trava no gramado.

Abaixo do topsoil há outras duas camadas, uma de areia e outra mais profunda, de brita, que ajudam na drenagem e fazem a água infiltrar até a tubulação e ser conduzida para o reservatório de reuso. A drenagem a vácuo entra em funcionamento quando a drenagem por gravidade não é suficiente.

Ao todo, 376 refletores iluminarão o campo e vão garantir uma visibilidade do gramado sem sombreamentos e com luz homogênea. O estádio é circundado por mais de 100 postes de luz, sendo que 72 deles contam com tecnologia que permite que os equipamentos de LED projetem diferentes cores na fachada.

Experiência do torcedor

Os torcedores que vão ao estádio encontram três tipos de assentos: para o público geral, do setor premium e dos camarotes. Todos são rebatíveis e com encosto para as costas. Alguns possuem braços, porta-copos e são acolchoados, dependendo do setor em que foram instalados. Todas as cadeiras são em tons de verde, remetendo às águas do Dique do Tororó.

Há 70 camarotes na arena, com capacidade total para 1.250 pessoas. Os locais são decorados e mobiliados com sofás, cadeiras e TV, além de possuírem banheiro privativo.

Em toda a arena são 94 sanitários, sendo 23 para deficientes, 40 quiosques de alimentação e 2.450 vagas de estacionamento, sendo duas mil cobertas, além de 227 câmeras de vigilância.

Dois telões, localizados atrás dos gols e com 100 metros quadrados cada, transmitem os lances das partidas em alta resolução.

Portal da Copa#

Cobertura

Similar ao sistema de uma roda de bicicleta, a cobertura da arena é composta por uma estrutura tensionada, na qual cabos e treliças trabalham com o anel de compressão metálico. O içamento desse conjunto, feito com macacos hidráulicos, é conhecido por “big lift”.

A estrutura é coberta por uma membrana impermeável, autolimpante e translúcida, que filtra os raios solares, evita o efeito de “ilha de calor”, permite a passagem parcial de luz e contribui para a eficiência energética.

A nova estrutura permite a coleta de água da chuva para reaproveitamento. A capacidade total de armazenamento é de 698 mil litros.

Confira todos os detalhes da Arena Fonte Nova:

» Vídeo, fotos e infográfico: veja os diversos aspectos da Arena Fonte Nova

» Fonte Nova: dez andares de estrutura e foco na acessibilidade

» Fonte Nova: gramado escolhido é o adequado para clima tropical

» Fonte Nova: três tipos de assento e capacidade ampliada em megaeventos

» Fonte Nova: cobertura "verde" e o pioneiro processo de "big lift"

» Fonte Nova: quatro vestiários, área de aquecimento e torcida próxima

» Fonte Nova: conheça os serviços e comodidades para torcedores

» Fonte Nova: iluminação diferenciada para cada evento

» Fonte Nova: da demolição ao funcionamento, opções ambientalmente responsáveis

» Fonte Nova: 227 câmeras para garantir tranquilidade nos eventos

» Fonte Nova: equipamento multiuso e diversas "configurações"

» Antes e depois: compare imagens da construção com a Arena Fonte Nova finalizada

» Goleada do Vitória marca inauguração da Arena Fonte Nova

» Dilma Rousseff inaugura Fonte Nova e destaca criatividade do povo baiano

Portal da Copa#

Portal da Copa