Quando o pontapé inicial da Copa for dado, no dia 12 de junho, as atenções do mundo da bola estarão voltadas para a Arena Corinthians, que receberá Brasil x Croácia, partida de abertura do torneio. O estádio de São Paulo tem capacidade para 68 mil espectadores, com 21,2 mil assentos temporários para alcançar o número de lugares exigidos para o jogo inaugural. O projeto foi entregue pela construtora ao clube paulista no dia 15 de abril, mas a bola já havia rolado um mês antes, em um treino do elenco profissional corintiano.

No dia 1º de maio foi realizada uma partida entre os trabalhadores da obra. Cerca de seis mil operários atuaram na construção, que chegou a ter um pico de 2.500 colaboradores. Para conferir de perto a arena, a presidenta Dilma Rousseff visitou o local no dia 08 de maio e dois dias depois foi feito um jogo festivo com atletas que já vestiram a camisa alvinegra.

Clique na imagem para ver o infográfico completo#

O primeiro compromisso oficial do Corinthians no estádio foi contra o Figueirense (SC), pelo Campeonato Brasileiro, no dia 18 de maio. O placar foi de 1 x 0 para os visitantes. O duelo serviu como evento-teste da FIFA.

Desafio

O sonho da “casa” corintiana começou a se concretizar no dia 30 de maio de 2011, quando tiveram início as intervenções no terreno localizado em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. Após quase três anos de obras, o que se vê é uma construção de 189 mil metros quadrados, com duas imponentes fachadas nos lados leste e oeste e dois vãos livres de 170 metros de altura nos setores norte e sul.

Pela entrada leste, que servirá ao público em geral, chama atenção o painel com dimensões de 170 metros de comprimento por 20 metros de altura, com 34 mil pontos de LED. No lado oposto, que dá acesso aos camarotes, restaurantes, áreas de imprensa e vestiários, a fachada de 240 metros de comprimento por 30 metros de altura é composta por 1.350 placas de vidro extra clear (peças de tonalidade branca, com diferente composição para não ficarem esverdeadas).

O maior desafio da construção foi a montagem da cobertura metálica. A estrutura possui 32 mil metros quadrados - equivalente a 4,5 campos de futebol - e pesa 7,2 mil toneladas. São 57 metros de balanço sobre as arquibancadas leste e oeste. A ligação entre os lados é feita por dois “braços”, que podem ser tensionados, permitindo a dilatação do estádio e formando os vãos livres.

O "teto" do estádio foi dividido em 38 módulos, com peso entre 250 e 420 toneladas cada. Eles foram içados por guindastes com capacidade para mais de 1.500 toneladas. O projeto da arena está orçado em R$ 820 milhões, com R$ 400 milhões de financiamento federal via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

» Confira os jogos de São Paulo na Copa do Mundo

Gramado

A opção pela grama do estádio do Corinthians foi diferente da maioria das outras arenas da Copa do Mundo, que usaram a espécie Bermuda. No caso corintiano, o campo foi plantado com a Ryegrass, importada dos Estados Unidos e própria para climas amenos. Foi instalada uma tubulação por baixo da raiz da grama para passar água gelada. Caso a temperatura suba, a água sai a seis graus e refrigera a planta, mantendo-a entre 15 e 22 graus.

Em fevereiro de 2013, foi iniciada a semeadura do gramado, que recebeu o primeiro corte 15 dias depois. Foram colocados fios de náilon, a cada dois centímetros quadrados, para que a raiz da grama se enrosque neles e evite que a planta se solte durante os jogos. A irrigação do campo é automatizada e feita por 48 aspersores, enquanto o sistema de drenagem pode ser a vácuo ou por sucção.

Com dimensões de 105 metros por 68 metros, o campo de jogo fica a uma distância de nove metros para as arquibancadas. São 350 refletores para a iluminação do gramado.

Getty Images#

Acesso, segurança e conforto

Para acessar o palco dos jogos da Copa em São Paulo, os torcedores terão uma praça de 16 mil metros quadrados para circular até chegar a uma das 120 catracas localizadas nas 12 entradas do local. Para o deslocamento interno há 15 elevadores e dez escadas rolantes.

A Arena Corinthians conta com diferentes tipos de cadeiras, todas rebatíveis e com encosto para as costas. São 85 camarotes, que podem abrigar entre 12 e 27 torcedores. Há outros quatro camarotes com capacidade para mais de 80 pessoas.

O estádio tem um auditório com 320 lugares, quatro restaurantes, 59 quiosques de alimentação e 53 banheiros. Há uma cozinha industrial de grande porte para abastecer toda a arena. Também foi construída uma galeria subterrânea ao redor do campo, que permite a circulação de serviços, sem que seja vista qualquer movimentação.

Na área externa à Arena Corinthians há 1.900 vagas de estacionamento e na interna 900 vagas cobertas. O estádio tem uma sala de comando para controlar as operações do local e foi projetado para ser esvaziado em oito minutos.

Conheça todos os detalhes da Arena Corinthians

» Vídeo, fotos e infográfico: conheça os detalhes da Arena Corinthians

» Arena Corinthians: fachada e cobertura foram os principais desafios do projeto

» Arena Corinthians: acesso facilitado por transporte público de massa

» Arena Corinthians: opção pela grama Ryegrass, própria para clima ameno

» Dilma Rousseff visita Arena Corinthians e obras viárias do entorno do estádio

» Corintianos inauguram arena com gol de pênalti de Rivellino

» Figueirense carimba a festa, mas Arena Corinthians impressiona COL e torcedores

Portal da Copa#

Portal da Copa